fbpx
Futsal

XV/Rezende vira e abre vantagem na semifinal

Jogando em casa, time piracicabano derrota Jahu Futsal pela Liga Rioclarense

Mogi Guaçu 0x1 XV/Rezende - Gol de Lyandra
Lyandra foi decisiva para a vitória alvinegra com dois gols marcados (Foto: Adilson Zavarize/Buskaki News)

Embalado pela conquista do título dos Jogos Regionais, disputados em Lençóis Paulista, o time feminino de futsal do XV de Piracicaba/Rezende/Selam começou com o pé direito a busca por uma vaga na final da Liga Rioclarense. Jogando em casa nesta quinta-feira (3), o Alvinegro derrotou o Jahu Futsal pelo placar de 3×1. Com o resultado, o time comandado pelo técnico Aílton Vieira joga por um empate no duelo de volta, agendado para a próxima semana, para chegar à decisão.

De acordo com o regulamento, a equipe de Jaú precisa vencer o segundo jogo, independente do placar, para forçar a prorrogação. Na Liga Rioclarense, o saldo de gols não é válido como critério de desempate. Como fez melhor campanha na fase de classificação, o Jahu Futsal jogaria por um empate no tempo extra, em caso de triunfo no período regulamentar. “Fizemos uma boa partida, com muita concentração. A vantagem é importante, mas não está nada decidido”, disse o técnico do XV, Aílton Vieira.

RESUMO

O jogo de ida no Ginásio de Esportes do Parque Prezotto começou com as duas equipes cautelosas e poucas opções de ataque. Nos segundos finais do primeiro tempo, o Jahu Futsal conseguiu furar o bloqueio alvinegro e abriu o placar com Larissa. No intervalo, Aílton Vieira mudou a postura da equipe piracicabana, que voltou para a quadra exercendo pressão alta sobre o adversário. A estratégia surtiu efeito aos 5min, quando Lyandra empatou de cabeça. No minuto seguinte, a ala voltou a balançar a rede e virou o placar.

A reviravolta forçou o pedido de tempo do time de Jaú, que se reorganizou e equilibrou novamente as ações. Porém, aos 15min da etapa complementar, a capitã Janaína decretou números finais ao marcador ao aproveitar uma bola alçada na área rival. O Jahu Futsal ainda tentou diminuir o prejuízo nos três minutos derradeiros, quando utilizou o goleiro linha para ter vantagem numérica, mas de nada adiantou. Com a vitória, o XV/Rezende/Selam segue vivo na luta pelo título inédito da competição.

Voltar