fbpx

Líder Esportes

Futebol

XV vence Marília, mas está eliminado da Copa Paulista

Alvinegro fez jogo 'morno', abriu placar no final e se despediu do torneio nas semifinais

Tito, atacante do XV de Piracicaba
Tito teve a bola do jogo nos minutos finais, mas errou o alvo: XV eliminado da Copa Paulista (Foto: Elcio Fabretti)

Com um gol de Fabinho na reta final do jogo, o XV de Piracicaba venceu o Marília por 1×0 nesta quarta-feira (16), no estádio Barão da Serra Negra, mas foi eliminado nas semifinais da Copa Paulista. Depois de perder o duelo de ida por 3×1, o Nhô Quim precisava vencer por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis – ou ganhar por pelo menos três gols de vantagem para avançar no tempo normal. O Marília agora aguarda o vencedor do confronto entre Portuguesa e São Bernardo para saber quem será o adversário na final.

Para o confronto decisivo, o técnico Moisés Egert contou com o retorno de quatro jogadores: o lateral-direito Cleiton Savedra, que se recuperou de lesão e da Covid-19, os volantes Mateus Silva e Samuel Andrade, e o atacante Tito, que estavam lesionados. Em busca do resultado, o XV começou a partida atacando o Marília e, a 1min, após troca de passes, Fabinho cruzou para Jajá, que foi travado na hora do chute. A bola sobrou para Mateus Silva, que finalizou sem força para a defesa de Igor Castro. Aos 7min, Tito mandou uma bomba de fora da área e a bola passou com perigo à esquerda de Igor Castro. O Alvinegro também reclamou contra a não marcação de duas penalidades.

Aos 12min, Samuel Andrade cruzou na cabeça de Tito, que empurrou para o fundo das redes, mas o árbitro Salim Chavez anulou o gol por impedimento. Os visitantes tentavam levar perigo pela bola parada e nos contra-ataques. Aos 21min, Luan Gama avançou pelo meio e arriscou de longe para a defesa de Vitor Prada. O Nhô Quim ficou mais tempo com a bola, mas não conseguiu encaixar o passe final e criar jogadas para furar o bloqueio adversário. O Marília ainda chegou aos 43mim com Léo Couto, que chutou de fora da área, com desvio, para nova defesa do goleiro quinzista.

SEGUNDO TEMPO

O XV iniciou a segunda etapa da mesma forma: com a posse de bola, mas pecando nos passes errados. O primeiro lance de perigo aconteceu aos 16min. Após bate e rebate na entrada da área, a bola sobrou para Tito, que finalizou em cima de Igor Castro. Com o resultado e o relógio a favor, o Marília não tinha pressa e não levava perigo para Vitor Prada. Aos 30min, após cobrança de escanteio, Tito cabeceou e o goleiro do MAC colocou para escanteio com as pontas dos dedos. Na sequência, em nova cobrança, Kauan cabeceou com perigo e a bola saiu raspando a trave.

A esperança quinzista ressurgiu aos 35min. Fabinho recebeu pelo lado esquerdo, venceu a marcação e chutou cruzado, Igor Castro ainda conseguiu tocar na bola, mas ela foi para o fundo das redes: 1×0. O Nhô Quim foi pra cima do Marília. Aos 40min, Fabinho encontrou Tito dentro da área, o camisa 9 teve tempo de ajeitar a bola antes de finalizar, cara a cara com o goleiro, mas isolou para fora. O Marília conseguiu se segurar e impedir o segundo tento do Alvinegro, garantindo assim a vaga para a decisão.

FICHA TÉCNICA

1   XV DE PIRACICABA

Vitor Prada; Cleiton Savedra (Fraga), Douglas Marques, Renan Dutra e Jonathan (Kauan); Mateus Silva (Thiago Potiguar), Samuel Andrade (Fabrício) e Guilherme Garré; Fabinho, Jajá e Tito. Técnico: Moisés Egert

0   MARÍLIAMarília Atlético Clube

Igor Castro; Denis Leite, Geninho, Arthur Gaúcho e Diogo Calixto; Felipe Cordeiro (Dionathan) e Júnior Santos, Léo Couto; Orlando Júnior (Marcos Vinicius), Luan Gama (Éric Di Maria) e Gustavo Nescau (Lucas Lino). Técnico: Guilherme Alves

Gol: Fabinho (XV) aos 35min/2ºT | Árbitro: Salim Fende Chavez | Cartões amarelos: Dida e Mateus Silva (XV); Lucas Lino (MAC)

Voltar