fbpx

Líder Esportes

Futebol

XV volta ao calendário nacional depois de 13 anos

Alvinegro vira contra o Rio Claro fora de casa e decide título contra Ferroviária

Rio Claro 1x2 XV de Piracicaba - Copa Paulista
A massa alvinegra deu show: classificação e festa em Rio Claro (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

O XV de Piracicaba está na decisão da Copa Paulista. E como não poderia ser diferente, a vaga veio com sofrimento, mas também com vitória: podendo empatar, o time piracicabano sofreu o gol na reta final do segundo tempo e encontrou forças para virar e vencer o jogo contra o Rio Claro por 2×1, neste domingo (13), no estádio Augusto Schmidt Filho, em Rio Claro. Rafael Gomes e Rodolfo foram os autores dos gols – importante destacar o papel do goleiro Mateus Pasinato, perfeito durante os 90 minutos.

Após 13 anos, o XV voltará ao cenário nacional: Copa do Brasil ou Série D em 2017

Na final, o Alvinegro enfrenta a Ferroviária. O primeiro jogo da decisão é semana que vem, em Piracicaba – data e horário serão divulgados amanhã (14). De quebra, o XV garantiu o retorno às competições nacionais após 13 anos: jogará a Copa do Brasil ou a Série D do Brasileiro. O campeão da Copa Paulista escolhe o torneio que quer disputar em 2017, enquanto o vice fica com a vaga restante.

Cléber Gaúcho repetiu a escalação do primeiro jogo, em Piracicaba, com o trio de ataque formado por Samoel Pizzi, Romarinho e Rafael Gomes. Com o campo encharcado por conta da chuva, Rio Claro e XV de Piracicaba tinham dificuldade para trabalhar a bola. Mesmo com a vantagem do empate, o time piracicabano iniciou a partida com a marcação adiantada, o que dificultava a saída do adversário. Com o duelo travado pelas condições climáticas, a solução para os dois lados foi apostar nas bolas aéreas.

Samoel Pizzi, atacante do XV de Piracicaba

Rafael Gomes, de costas, é abraçado por Samoel Pizzi no gol de empate (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

A primeira ocasião de gol, contudo, nasceu em uma jogada trabalhada pelo lado esquerdo do ataque rioclarista, aos 28min. Daniel Bueno, ex-XV, ficou cara a cara com Mateus Pasinato e teve duas chances de marcar: na primeira, o goleiro quinzista evitou a abertura do placar com grande defesa; no rebote, Daniel Bueno venceu o camisa 1, mas o zagueiro Rodrigo salvou em cima da linha. O lance acordou o Galo Azul, que passou a rondar perigosamente a área alvinegra com o lateral Wellington. Na última oportunidade do primeiro tempo, aos 42min, o ala deixou Daniel Bueno novamente em condições de finalizar – Mateus Pasinato pegou mais uma vez.

A equipe da casa voltou dos vestiários com uma substituição: Johnny no lugar de Juan Felipe. O técnico Sérgio Guedes queria encurralar o XV no próprio campo, mas deixava espaços para o contra-ataque. Assim, o Alvinegro criou a oportunidade mais clara do jogo naquele momento: aos 17min, Rafael Gomes deixou Romarinho na cara do gol e Lucas Frigeri defendeu com o pé; na sobra, o próprio Rafael Gomes carimbou o travessão. No lance seguinte, Romarinho entrou na área como quis e exigiu outra intervenção do goleiro.

Rodolfo, atacante do XV de Piracicaba

Rodolfo, ex-Rio Claro, entrou em campo para definir a eliminatória (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

O jogo estava aberto e o Rio Claro parecia nervoso com o relógio ‘jogando contra’. O Galo Azul cometia erros infantis para sair jogando. Em um deles, Lucas Frigeri e o zagueiro Odair se desentenderam e a bola sobrou nos pés de Barreto, que bateu com força, mas errou o alvo. O XV controlava a partida, porém, o placar seguia empatado. Como o futebol é um esporte sem lógica, quando o time piracicabano dava a impressão de se aproximar do gol, foi ‘punido’ pela falta de pontaria. Ao 27min, Lucas Xavier cobrou escanteio e, depois de um desvio na primeira trave, Odair empurrou para a rede: 1×0.

O gol do Rio Claro, contudo, teve resposta na mesma moeda: cobrança de escanteio, desvio de Samoel Pizzi e conclusão ‘do jeito que deu’ de Rafael Gomes, deixando tudo igual aos 35min: 1×1. Os cinco minutos finais foram eletrizantes. Na última jogada antes de ser substituído, Rafael Gomes errou o gol após jogada espetacular de Barreto, que havia se livrado de quatro adversários. Dois minutos depois, Lucas Xavier quase recolocou o Galo Azul em vantagem. O jogo seria decidido apenas aos 44min e por um personagem bastante conhecido na Cidade Azul. Predestinado, Rodolfo entrou para marcar o gol da classificação na primeira vez que tocou na bola, depois de um lindo contra-ataque puxado por Barreto. O chute certeiro, de primeira e com o pé-esquerdo, colocou ponto final no duelo: 2×1.

Mateus Pasinato, goleiro do XV de Piracicaba

Mateus Pasinato teve atuação impecável neste domingo: paredão (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

FICHA TÉCNICA

Rio Claro Futebol Clube

1  RIO CLARO

Lucas Frigeri; Hudson, Odair, João Gabriel e Wellington; Alê, Juan Felipe (Johnny, depois Weller) e Samuel (Lucas Xavier); Franco, Daniel Bueno e Medina. Técnico: Sérgio Guedes

Esporte Clube XV de Piracicaba

2  XV DE PIRACICABA

Mateus Pasinato; Zé Mateus, Rodrigo, Lucas Cunha e Samuel; Maranhão, Clayton e Barreto (Gilsinho); Samoel Pizzi (Fraga), Rafael Gomes (Rafael Gomes) e Romarinho. Técnico: Cléber Gaúcho

Gols: Odair (RCL) aos 27min, Rafael Gomes (XV) aos 35min e Rodolfo (XV) aos 44min/2ºT | Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza | Cartão amarelo: Maranhão (XV) | Público: não divulgado| Renda: não divulgada

Voltar