fbpx
Futebol

XV terá que pagar 50 mil euros para time búlgaro

Pagamento terá de ser feito em menos 30 dias; Fifa ameaça com rebaixamento

Paulinho, atacante do XV de Piracicaba
Paulinho foi emprestado ao Ludogorets em 2012, mas ficou apenas uma semana na Bulgária (Foto: Claudinho Coradini/JP)

O XV de Piracicaba tem menos de 30 dias para pagar pouco mais de 50 mil euros (aproximadamente R$ 210 mil) ao clube búlgaro PFC Ludogorets, devido ao fracasso da negociação envolvendo o atacante Paulinho, em 2012. A determinação é do Conselho Disciplinar da Fifa, que considera o XV culpado pelo episódio. A decisão foi comunicada ao Alvinegro no último dia 19 de abril. Emprestado na época com opção de compra ao Ludogorets, Paulinho não cumpriu o acordo com os búlgaros e voltou ao Brasil menos de uma semana após a transferência, alegando ‘maus-tratos’.

Duo Imóveis

O valor de 51.588 euros corresponde a quatro das cinco parcelas do montante que o time piracicabano deve pagar ao clube estrangeiro pelo ‘fiasco’ da transação, conforme decisão anunciada no dia 24 de novembro de 2015. A primeira parcela foi paga. Além disso, o XV deverá arcar com a multa de 5.000 francos suíços (cerca de R$ 17.500) por não quitar a dívida em prazo hábil, mais 1.000 francos suíços pelas custas do processo. A pauta foi discutida na reunião do Conselho Deliberativo, realizada nesta quarta-feira (25).

O documento enviado pela Fifa ao XV de Piracicaba prevê punições severas ao clube, caso a dívida não seja quitada no período indicado. Além da multa, o Nhô Quim poderia perder três pontos na Série A2 do Campeonato Paulista 2019, e inclusive ser automaticamente rebaixado para a Série A3 do próximo ano. Em caso extremo, na hipótese de a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) não acatar a decisão, o Comitê Disciplinar da Fifa poderia excluir o Brasil da Copa do Mundo da Rússia.

Voltar