fbpx
Futebol

XV sofre ‘apagão’ e reage, mas perde na última bola

Alvinegro é derrotado em casa pelo São Caetano, por 3x2, na primeira partida da decisão

XV e São Caetano travaram jogo eletrizante do início ao fim no Barão da Serra Negra (Foto: Michel Lambstein/Líder Esportes)

O São Caetano saiu na frente na corrida pelo título da Copa Paulista 2019. Jogando no Barão da Serra Negra, a equipe do Grande ABC venceu o XV de Piracicaba por 3×2, neste sábado (9), na primeira partida da decisão. O segundo jogo da final acontece no próximo sábado (16), às 17h, no estádio Anacleto Campanella. O Azulão pode empatar para ficar com o título inédito. O Nhô Quim precisa vencer por dois gols de diferença para garantir o bicampeonato. Vitória do Alvinegro pela vantagem mínima leva a disputa para os pênaltis.

A entrada de Luizinho no ataque, ocupando a vaga do suspenso Kadu, foi a única mudança no time titular escalado pelo técnico Tarcísio Pugliese em relação ao jogo contra o Mirassol. O XV começou a partida pressionando o São Caetano e criou a primeira boa chance aos 10min, em rápido contra-ataque puxado por Cassio Gabriel. A bola chegou nos pés de Misael, que limpou a marcação e bateu cruzado para defesa difícil de Luiz Daniel. O goleiro do Azulão apareceu bem novamente aos 13min. Peri cruzou para a área e Macena testou para baixo, exigindo ótima participação de Luiz Daniel.

O Alvinegro estava melhor, mas foi o São Caetano que abriu o placar. Aos 25min, Emerson Santos recebeu lançamento entre os dois zagueiros do time piracicabano e escorou de cabeça para Jean Dias finalizar rasteiro: 1×0. O XV de Piracicaba acusou o golpe. Três minutos depois, em cobrança de escanteio, o zagueiro Junior Alves apareceu livre na pequena área para cabecear e ampliar a vantagem: 2×0. A diferença poderia ter sido ainda maior no intervalo, não fosse a defesa de Luiz Fernando, no contrapé, após cabeceio de Emerson Santos, novamente sem marcação.

Cassio Gabriel marcou dois golaços, mas não impediu a vitória alvinegra (Foto: Michel Lambstein/Líder Esportes)

SEGUNDO TEMPO

As duas equipes voltaram para a etapa final sem substituições. A iniciativa foi mais uma vez do Alvinegro, que não demorou para diminuir. Aos 8min, Cassio Gabriel chutou com efeito da entrada da área e acertou o ângulo esquerdo de Luiz Daniel, um golaço: 2×1. Após o tento, Pugliese colocou Erick Salles no lugar de Luizinho. O XV controlava a posse de bola, mas encontrava enorme dificuldade para furar a retranca do Azulão. A receita para o empate, então, foi repetida. Aos 28min, o meia Cassio Gabriel limpou a marcação na intermediária, ajeitou o corpo e marcou mais um golaço: 2×2.

Com o resultado igualado, o ritmo do confronto caiu. O time piracicabano buscou o terceiro gol na base da pressão, mas não conseguiu incomodar o goleiro adversário. O São Caetano, postado atrás, pouco fez, mas arrancou a vitória no último lance da partida, contando novamente com a desatenção defensiva na bola parada. Aos 49min, Alex Reinaldo cobrou falta para a área, a zaga quinzista não conseguiu afastar, e o volante Karl aproveitou a sobra. Ele cruzou para o zagueiro Max, que cabeceou no contrapé de Luiz Fernando e garantiu o triunfo para a equipe do Grande ABC: 3×2.

FICHA TÉCNICA

2   XV DE PIRACICABA

Luiz Fernando; Jéfferson Feijão, Gilberto Alemão, Paulão e Peri; Fraga, Simião e Cassio Gabriel; Misael (Danilo Bueno), Luizinho (Erick Salles) e Raphael Macena (Mateus Oliveira). Técnico: Tarcísio Pugliese

3   SÃO CAETANO

Luiz Daniel; Lucas Mendes, Junior Alves, Max e Bruno Recife; Mazinho, Esley (Sandoval), Karl e Anderson Rosa (Chumbinho); Emerson Santos e Jean Dias (Alex Reinaldo). Técnico: Marcelo Vilar

Gols: Jean Dias (SCA) aos 25min e Junior Alves (SCA) aos 28min/1ºT; Cassio Gabriel (XV) aos 8min e aos 28min, e Max (SCA) aos 49min/2ºT | Árbitro: Thiago Duarte Peixoto | Público: 13.577 pagantes | Renda: R$ 165.410,00

Voltar