fbpx
Futsal

XV/Rezende busca dois títulos na reta final de 2020

Equipe sub-17 goleia na Liga Paulista; adulto estreia na Liga Nacional em Indaiatuba

O técnico Aílton Vieira comanda a equipe feminina de futsal do XV/Rezende (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

A equipe feminina sub-17 do XV de Piracicaba/Rezende/Selam estreou com goleada na Liga Paulista de Futsal ao vencer o Seme/Avaré por 6×0, em jogo realizado no último sábado (14), no Ginásio de Esportes do Parque Prezotto, em Piracicaba. Os gols do Alvinegro foram marcados por Kailane Vitória (4) e Fernanda (2). O time piracicabano está no Grupo B da competição e volta a jogar no dia 25, fora de casa, contra o Santo André. De acordo com o regulamento do torneio, na primeira fase os times se enfrentam em turno único e os dois melhores de cada chave avançam para as semifinais.

Por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19), essa é a primeira competição que o time piracicabano sub-17 disputa na temporada 2020. Apesar de tanto tempo sem disputar uma partida, o técnico Aílton Vieira mantém expectativas positivas em relação à equipe. “Nós esperamos fazer bons jogos e dar ritmo para as meninas. Essa é a primeira e última competição do ano, por isso queremos chegar nas semifinais e brigar pelo título”, destacou o treinador.

ESTREIA

O próximo fim de semana será de estreia para a equipe adulta do XV/Rezende, que disputa a primeira fase da LNFF (Liga Nacional de Futsal Feminino), em Indaiatuba, sede do Grupo A. O primeiro jogo acontece sábado (21), contra a Liga Aifa. No domingo (22), o Alvinegro enfrenta o Itatiba/PMI e o Unafibe/Bebedouro. A competição foi dividida em quatro chaves, em diferentes cidades, com os dois primeiros colocados de cada grupo avançando para a próxima fase.

Com o elenco ainda em construção, o técnico espera repetir o bom desempenho da temporada passada. “No ano passado, nós terminamos em terceiro lugar. Em 2020, vamos brigar para avançar à próxima fase e tentar ficar entre os primeiros colocados. Temos a expectativa de fazer uma boa competição, mas sabemos das dificuldades, pois a maioria das equipes está treinando há mais tempo e nós ainda estamos praticamente montando o elenco com atletas aqui da cidade e algumas jogadoras da região que vêm para nos ajudar”, finalizou Vieira.

Voltar