fbpx
Basquete

XV reage, empata série e força jogo decisivo

Time feminino vence Jundiaí fora de casa e segue vivo na Série A2

Ariel Rodrigues, técnico do CCP e da equipe feminina de basquete do XV de Piracicaba
Ariel Rodrigues, treinador da equipe feminina de basquete do XV (Foto: Adilson Zavarize/Divulgação)

Foi no sufoco, mas a equipe feminina de basquete do XV de Piracicaba está viva no Campeonato Paulista da Série A2. Com grande atuação de Leidilânia, cestinha do time piracicabano com 18 pontos marcados, o Nhô Quim venceu nesta quinta-feira (12) o Divino, em Jundiaí, pelo placar de 74×73. O resultado iguala a série em 1×1 e força o terceiro jogo, que acontece sexta-feira (13), às 18h, novamente no ginásio Doutor Romão de Souza.

Na primeira partida da série playoff, o XV cometeu uma série de erros e perdeu em casa por 69×50. A atuação do segundo duelo deixou mais animado o técnico Ariel Rodrigues. “Foi completamente diferente o nosso jogo em Jundiaí. Jogamos com intensidade, marcamos bem e fomos eficientes no ataque. Nossa equipe se superou, venceu na última bola. Provamos que temos condições de brigar por uma vaga nas semifinais”, disse o treinador.

Ariel destacou ainda que a equipe piracicabana conseguiu manter o padrão tático durante toda a partida, mesmo nos momentos de reação das donas da casa. O comandante ressalta, porém, que o XV precisa mostrar o mesmo volume e concentração se quiser sair de Jundiaí com um lugar entre os quatro melhores times da Série A2 na sexta-feira. “Para o terceiro confronto, será preciso seguir com a mesma proposta para sairmos com a classificação. O adversário é forte e nós não podemos vacilar”, completou Ariel.

Voltar