fbpx
Futebol

XV prioriza chegadas de lateral-esquerdo e meia

Beto Souza e Ricardo Moura repassam atualidade do clube visando a Série A2

Ricardo Moura, vice-presidente, e Beto Souza, gerente de futebol do XV de Piracicaba
Ricardo Moura e Beto Souza falaram sobre a atualidade no XV de Piracicaba (Foto: Divulgação)

Após acertar a contratação do atacante Caio Mancha, o primeiro reforço do XV de Piracicaba para a disputa do Campeonato Paulista da Série A2, a diretoria continua em busca de contratações para encorpar o elenco. Nesta quinta-feira (28), em entrevista à Jovem Pan News, Ricardo Moura, diretor de futebol, e Beto Souza, gestor de futebol, falaram sobre o planejamento para a competição estadual. “Hoje, temos 70% do elenco que esteve com a gente praticamente o ano todo”, disse Moura.

“Com a chegada do Caio Mancha, falta contratar um meia e um lateral-esquerdo. Nós estamos conversando com o Peri (lateral), a negociação é difícil, mas ele não acertou com nenhum clube ainda. Possivelmente, também buscaremos um zagueiro. Ainda estamos negociando com o Bruno Lima (volante) e o Luizinho (atacante), mas não tem nenhuma definição por enquanto”, afirmou o dirigente. Com uma folha salarial de R$ 250 mil para o pagamento de atletas, o XV tem menos de 20% do orçamento total para se reforçar.

Bruninho, atacante do XV de Piracicaba

O atacante Bruninho deve ser emprestado pelo XV no primeiro semestre (Foto: Mauricio Bento)

“Pouco mais de R$ 200 mil estão comprometidos. Apesar da redução em nossa folha salarial (corte de R$ 30 mil em relação ao Estadual de 2019), o valor é interessante. Podemos brigar bastante (na competição), graças ao time que já temos montado”, concluiu Moura. Entre os atletas que possuem contrato, o atacante Bruninho, que retornou de empréstimo do Confiança-SE, onde conquistou o acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro, pode deixar o clube.

“O Bruninho tem contrato com a gente (novembro de 2021). Ele é um bom jogador, foi emprestado ao Confiança-SE e conseguiu o acesso jogando. Depois, acabou se machucando e perdeu a titularidade, mas voltou a jogar. Tenho conversado com o empresário dele e hoje a nossa prioridade é que ele seja emprestado. Estamos conversando com algumas equipes e se conseguirmos, será emprestado, caso contrário seguirá trabalhando com a gente”, disse Beto Souza.

COPINHA

A Federação Paulista de Futebol divulgou nesta quinta-feira (28) os grupos e as cidades que receberão a 51ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. A competição será realizada em janeiro, com a final marcada para o dia 25, aniversário da cidade de São Paulo. O Nhô Quim está no Grupo 13, com sede em Indaiatuba, ao lado de Bahia, Primavera e Tupi-MG. “É uma chave complicada, com um time que tem tradição em revelar jogadores, que é o Bahia”, disse o técnico Denis Augusto.

“O Primavera sempre faz boas campanhas nas competições de base e o Tupi, que, pelas informações que nós temos, teve um bom desempenho no último Campeonato Mineiro. O campo em Indaiatuba é pequeno, a torcida fica próxima e exercerá pressão nos jogos do Primavera. Serão bons duelos e faremos de tudo para obtermos a classificação”, concluiu o treinador do Nhô Quim.

Voltar