fbpx
Futebol

XV perde em casa e freia embalo na Copa Paulista

Alvinegro dá bobeira no Barão da Serra Negra e cai para a segunda colocação

Lucas Formiga, atacante do XV de Piracicaba
Lucas Formiga tenta escapar da marcação adversária no primeiro tempo de jogo (Foto: Vitor Prates/Líder Esportes)

O XV de Piracicaba foi derrotado pelo Novorizontino por 2×1, neste sábado (6), no estádio Barão da Serra Negra, pela terceira rodada da segunda fase da Copa Paulista. Rodrigo San colocou os visitantes à frente e Pereira empatou ainda no primeiro tempo, mas Elvinho deu números finais ao marcador na etapa complementar. As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo (14), em Novo Horizonte. O duelo que abre o returno está marcado para as 10h, no estádio Jorge Ismael de Biasi. Com o revés, o Alvinegro segue com quatro pontos e cai para a segunda colocação no Grupo 8, liderado pelo Taubaté, que soma cinco. O Tigre é o terceiro com quatro e o Ituano é o lanterna, com três.

Para o duelo com o Novorizontino, o técnico Cléber Gaúcho repetiu a equipe titular que havia superado o Ituano, na última quarta-feira (3), em Itu. Caio Souza e Doni formaram a dupla de zaga, com Mario Sergio e Radar ocupando as duas laterais. O meio de campo teve mais uma vez Fraga e Pereira na contenção, com Cassio Gabriel assumindo a responsabilidade de municiar o trio de ataque: Romarinho, Marcelo Fernandes e Lucas Formiga. O último, inclusive, desperdiçou excelente oportunidade de abrir o placar antes da marca de 5min.

Leonardo, goleiro do XV de Piracicaba

Leonardo teve mais uma boa atuação, mas não pôde evitar a derrota (Foto: Vitor Prates/Líder Esportes)

Após passe açucarado de Cassio Gabriel, Lucas Formiga ficou cara a cara com o goleiro Vinicius, que abafou a finalização mascada do atacante e evitou o tento. No lance seguinte, Romarinho viu a ultrapassagem de Mario Sergio livre pela direita e deixou o lateral em boa situação para finalizar, mas o camisa 2 demorou para resolver a jogada e acabou desarmado. O Tigre aproveitava a força do centroavante Tito, que usava o vigor físico para fazer o pivô no comando do ataque. Em uma falta cavada por ele, o Novorizontino saiu na frente.

Aos 14min, Elvinho levantou a bola na área e o zagueiro Rodrigo San subiu mais do que a marcação para cabecear no canto esquerdo do goleiro Leonardo: 1×0. A desvantagem, entretanto, não abalou o Alvinegro, que respondeu no minuto seguinte e deu o troco na mesma moeda. Após cobrança de infração pelo lado direito do ataque, Pereira desviou com a cabeça, de costas para o gol, e surpreendeu Vinicius para deixar tudo igual: 1×1. A partida continuava aberta, e tanto Leonardo quanto o goleiro do Novorizontino apareciam realizavam boas intervenções. Na melhor delas, o camisa 1 do XV fez grande defensa no chute à queima-roupa de Franklin.

SEGUNDO TEMPO

As duas equipes voltaram para a etapa final sem mudanças no papel. Em campo, o Nhô Quim tentou pressionar mais a saída de bola do adversário, mas, ao adiantar a marcação, deixava espaço para o rival no meio de campo. Ao contrário do que aconteceu no primeiro tempo, as chances de gol foram raras. Aos 21min, Elvinho deu bom passe para Tito, mas o zagueiro Caio Souza travou a conclusão. Incomodado com a situação, o técnico Cléber Gaúcho mexeu duas vezes: o meia Renan Zanelli e o atacante Erik Mendes ocuparam as vagas de Pereira e Marcelo Fernandes, respectivamente.

O planejamento caiu por terra aos 37min. Após vacilo de Cassio Gabriel no meio-campo do Alvinegro, Elvinho roubou a bola e partiu em direção ao gol sozinho e com ela dominada. Com tranquilidade, o meia bateu na saída do goleiro Leonardo para recolocar o Tigre em vantagem: 2×1. Cléber Gaúcho gastou a última substituição com Rafael Rosa no lugar de Radar e, na base da vontade, o XV de Piracicaba ainda teve uma oportunidade para empatar com Lucas Formiga, mas Vinicius garantiu os três pontos para a equipe visitante no Barão da Serra Negra.

FICHA TÉCNICA

Esporte Clube XV de Piracicaba

1   XV DE PIRACICABA

Leonardo; Mario Sergio, Caio Souza, Doni e Radar (Rafael Rosa); Fraga, Pereira (Renan Zanelli) e Cassio Gabriel; Lucas Formiga, Romarinho e Marcelo Fernandes (Erik Mendes). Técnico: Cléber Gaúcho

2   NOVORIZONTINOGrêmio Novorizontino

Vinicius; Cleiton, Vinicius Leandro, Rodrigo San e Reverson; Jairo, Andrei (Rodrigo), João e Elvinho (Kaio); Tito e Franklin (Leonardo). Técnico: Willian Sander

Gols: Rodrigo San (NOV) aos 14min e Pereira (XV) aos 16min/1ºT; Elvinho (NOV) aos 37min/2ºT | Árbitro: Marcio Henrique de Gois | Cartões amarelos: Erik Mendes (XV); Tito (NOV) | Público: 1.366 pagantes | Renda: R$ 16.270,00

Voltar