fbpx
Futebol

XV mostra vontade, mas chega ao 6º jogo sem vencer

Alvinegro empatou por 1x1 com o Juventus; duelo tem lance decisivo com erro de arbitragem

Marlyson, atacante do XV de Piracicaba
Marlyson, atacante do XV de Piracicaba, marcou o gol que garantiu o empate (Foto: Michel Lambstein)

O XV de Piracicaba acumulou mais um empate no Campeonato Paulista da Série A2. Na noite deste domingo (9), o Nhô Quim ficou no 1×1 com Juventus, no estádio Barão da Serra Negra, em jogo válido pela 13ª rodada da competição. Os visitantes abriram o placar com Will e Marlyson empatou. Com o resultado, o Alvinegro chegou aos 20 pontos e permanece na quinta colocação. O próximo compromisso da equipe piracicabana será quarta-feira (12), às 17h, contra o Audax no estádio José Liberatti, em Osasco.

ESCALAÇÃO

De volta ao comando do time após cumprir suspensão e em busca da reabilitação, o técnico Moisés Egert promoveu seis mudanças na formação titular e começou o jogo com Matheus Nogueira; Léo Duarte, Renan Dutra, Adalberto e Jefferson Recife; Maicon Souza, Samuel Andrade e Guilherme Garré; Jean Dias, Matheus Lagoa e Marlyson. Ainda no primeiro tempo, o treinador fez duas substituições. Aos 22min, Jean Dias deixou o campo com dores para a entrada de Juninho Potiguar e, aos 42min, Cleiton Savedra entrou no lugar de Maicon Souza. Na reta final da segunda etapa, Tito, Ronaell e Mazinho ocuparam as vagas de Matheus Lagoa, Léo Duarte e Guilherme Garré.

RESUMO

A atuação do XV foi melhor em relação aos últimos jogos. Em casa, o Alvinegro teve a iniciativa contra o Juventus. Logo aos 4min, após boa jogada, Marlyson fez o pivô para Guilherme Garré, que dominou e chutou no canto direito, mas parou na defesa de Denisson. Apesar da pressão, quem abriu o placar foi o Juventus. Aos 15min, Apodi fez um belo lançamento e encontrou Joel dentro da área. O camisa 9 dominou e, na saída de Matheus Nogueira, tocou para Will, que estava livre e não teve trabalho para empurrar para o fundo do gol: 1×0. Aos 29min, o Nhô Quim quase empatou. Jefferson Recife cruzou pelo lado direito, Matheus Lagoa teve liberdade para finalizar e mandou para fora.

Precisando de um bom resultado, o Nhô Quim voltou ligado para a segunda etapa. Com 2min, Juninho Potiguar carregou a bola pelo meio e tocou para Marlyson na entrada da área. O atacante fez o giro e encheu o pé para empatar com ligeira contribuição do goleiro rival: 1×1. Na sequência, o camisa 9 ainda perdeu a chance de marcar o segundo gol dele na partida e virar o placar para o Alvinegro. Depois da cobrança de escanteio de Guilherme Garré, a bola sobrou livre para o atacante, que finalizou em cima de Denisson.

A melhor oportunidade do Moleque Travesso ocorreu aos 25min. João Lucas cobrou escanteio na cabeça de Pablo e o zagueiro acertou a trave de Matheus Nogueira. Na jogada seguinte, o Alvinegro foi bastante prejudicado pela arbitragem, quando o goleiro adversário defendeu com as duas mãos fora da área após conclusão de Matheus Lagoa. O camisa 12 deveria ter sido expulso, mas o árbitro José Ribeiro Júnior mandou o lance seguir. Nos minutos finais, o XV assustou com chutes de longa distância e insistiu nas bolas aéreas, mas não conseguiu a vitória e chegou ao sexto jogo consecutivo sem vencer.

Voltar