fbpx
Futebol

XV empata com a Portuguesa no Canindé

Time piracicabano faz bom segundo tempo e desperdiça chance de vencer

Everton, atacante do XV de Piracicaba
Everton foi protagonista novamente: terceiro gol na Série A2 (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

Portuguesa e XV de Piracicaba empataram por 1×1 neste sábado (27), no estádio do Canindé, em São Paulo, pela quarta rodada da Série A2 do Campeonato Paulista. O resultado foi justo: melhor no primeiro tempo, a Lusa abriu o placar com Raul. Na etapa final, o Alvinegro comandou o confronto e chegou ao empate com Everton, que fez o terceiro gol dele na competição. O XV, que ocupa provisoriamente a 12ª colocação, volta a campo no próximo sábado (3), quando encara a Inter de Limeira, às 17h, no estádio Barão da Serra Negra.

Everton fez o terceiro gol dele no Campeonato Paulista da Série A2 pelo XV

Precisando reagir após a goleada sofrida para o Oeste, o técnico Evaristo Piza fez quatro alterações na equipe titular do Nhô Quim. Nas laterais, o treinador preferiu optar pela experiência de Oziel e Pedrinho. Danilo Melega e Rubens Carvalho, respectivamente, deixaram o time. No meio de campo, Jonathan Costa e Léo Carvalho saíram para as entradas de Rafael Rosa e Maikon Aquino, retomando a formação com três atacantes. A troca de sistema acabou fragilizando a marcação.

A estratégia, porém, quase caiu por terra aos 3min, quando o zagueiro Vinicius Simon recuou mal para o goleiro Samuel Pires, que evitou de carrinho o gol de Raul. No rebote, os jogadores da Portuguesa reclamaram pênalti por um suposto toque de mão de Oziel, mas o árbitro deixou seguir. Tímido, o XV de Piracicaba respondeu aos 15min em lance que nasceu pelo lado direito e chegou aos pés de Fabinho. O camisa 9 finalizou no alvo e o goleiro João Lopes voou para espalmar a bola para escanteio.

O desenho do jogo estava claro: a Lusa tinha a posse e explorava os buracos no meio de campo do XV, ineficaz para contra-atacar. Aos 42min, aconteceu o lance que mudou a história do primeiro tempo: Pereira conduziu a bola como quis pela intermediária e sofreu falta de Guly, mas o árbitro Rafael Felix da Silva deu vantagem; na sequência, Samuel Pires rebateu o chute de William Batoré e a bola sobrou limpa para Raul completar: 1×0. Após o gol, o juiz chamou a atenção de Guly, pediu calma e recuou antes de apresentar o segundo amarelo, que significaria a expulsão do volante.

No intervalo, Evaristo Piza adiantou a equipe e trocou Rafael Rosa por Léo Carvalho. A segunda substituição veio logo no reinício da partida: lesionado, Guly saiu para a entrada de Bruno Formigoni. Aos 7min, o XV quase empatou com Maikon Aquino, que aproveitou o bate-rebate na pequena área e bateu firme para boa defesa de João Lopes. O Nhô Quim melhorou e chegou ao empate em vacilo da Lusa. Aos 12min, Luciano Sorriso escorregou e Fabinho enfiou a bola para Everton. O artilheiro do XV fuzilou de canhota para as redes: 1×1.

REAÇÃO

A virada poderia ter vindo aos 15min, em novo erro do adversário. O zagueiro Leonardo bobeou e Maikon Aquino ficou cara a cara com João Lopes. O camisa 7 tinha Everton ao lado, mas, em vez de rolar para o centroavante, chutou em cima do goleiro. O jogo parecia dominado pelo XV, que acumulava chances desperdiçadas. Aos 22min, Maikon Aquino deixou três rivais na saudade e cruzou para a área. A zaga afastou mal e Pedrinho isolou o rebote de frente para o gol. Aos 26min, Léo Carvalho colocou a bola na cabeça de Everton, que cabeceou tirando tinta do travessão.

A última substituição de Evaristo Piza foi no ataque, com Rafael Gomes na vaga de Fabinho, mas o ritmo do XV caiu. Nos minutos finais, a melhor ocasião foi da Portuguesa: em cobrança de falta de Carlinhos, Samuel Pires buscou a bola no ângulo e garantiu um ponto para o Alvinegro.

FICHA TÉCNICA

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA PORTUGUESA DE DESPORTOS

1  PORTUGUESA

João Lopes; Carlinhos, Fabão, Leonardo e Franklin; Jonatas Paulista, Luciano Sorriso, Pereira (Lucas) e Cesar (Fernando); Raul e William Batoré (Matheus). Técnico: Guilherme Alves

Esporte Clube XV de Piracicaba

1   XV DE PIRACICABA

Samuel Pires; Oziel, Vinicius Simon, Jean Pablo e Pedrinho; Guly (Bruno Formigoni), Fraga e Rafael Rosa (Léo Carvalho); Fabinho (Rafael Gomes), Maikon Aquino e Everton. Técnico: Evaristo Piza

Gols: Raul (POR) aos 42min/1ºT; Everton (XV) aos 12min/2ºT | Árbitro: Rafael Felix da Silva | Cartões amarelos: Jonatas Paulista e Cesar (POR); Guly, Vinicius Simon, Bruno Formigoni e Jean Pablo (XV) | Público: 1.069 pagantes | Renda: R$ 14.040,00

Voltar