fbpx
Futebol

XV e São Caetano iniciam decisão: ‘Vamos jogar para ganhar’

Alvinegro deve repetir escalação para duelo; elenco quer acesso após 2019: 'Será diferente'

Evaristo Piza, técnico do XV de Piracicaba
Piza deve repetir a escalação utilizada contra a Portuguesa (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

Dez meses após a decisão da Copa Paulista 2019, XV de Piracicaba e São Caetano medem forças em novo confronto decisivo. As duas equipes iniciam nesta quarta-feira (23), no estádio Barão da Serra Negra, o duelo valendo o acesso para a elite do futebol estadual em 2021. O jogo de ida pelas semifinais do Campeonato Paulista da Série A2 está marcado para as 17h, com transmissão ao vivo pelo SporTV. A partida de volta acontece no próximo dia 30, às 16h30, e não mais às 15h, em São Caetano do Sul. Em caso de empate na soma dos resultados, o vencedor será conhecido nos pênaltis.

“A expectativa é muito grande. É uma final. A ideia é dar continuidade na formação, a equipe vem de três vitórias consecutivas e uma atuação muito convincente contra a Portuguesa, fora de casa, além da recuperação no primeiro jogo. É claro que existem algumas variações e algumas peças que eu posso mudar do padrão inicial, mudar uma característica para deixar o time mais leve pelos lados no segundo tempo, mas temos que ver o que vai acontecer durante a partida”, afirmou o técnico Evaristo Piza, em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (22).

‘Conversei com o grupo para deixarmos a mente limpa e não trazer recordações negativas. Vamos jogar para ganhar’

De contrato renovado para a reta final da Série A2, o treinador, que garantiu ter recebido propostas de duas equipes que disputam a Série B do Campeonato Brasileiro, sem revelar quais, deve repetir a escalação utilizada contra a Lusa, nas quartas de final. Assim, o zagueiro Paulão deve ser improvisado novamente na lateral esquerda, enquanto Caio Mancha, Kadu e Raphael Macena devem formar o trio ofensivo. Perguntado sobre o adversário, Piza elogiou a bola parada do São Caetano.

“Eles têm dois jogadores que são muito bons na bola parada: Alex Reinado e Anderson Rosa. Defensivamente, nós estamos bastante seguros para combater a bola parada do adversário. Conversei com os jogadores sobre evitar as faltas ‘infantis’ em nosso campo defensivo, sobre ‘matar a jogada’ longe do nosso gol, porque é uma força do adversário. Da nossa parte, temos que acreditar na potencialidade do Daniel Costa e também criar situações que nos favoreçam: escanteios, chutes de fora da área e sofrer faltas mais próximas da área”, disse o técnico.

Caio Mancha, atacante do XV de Piracicaba

Caio Mancha deve formar o trio de ataque ao lado de Kadu e Raphael Macena (Foto: Michel Lambstein)

Na coletiva, Piza falou sobre a derrota nos pênaltis para a Inter de Limeira, em 2019, quando o Nhô Quim perdeu o acesso em casa. “Não tem como não ser comentado. Muitos jogadores seguem no elenco. Eu tento tirar lições de todas as situações e não ficar pensando que vai acontecer com o XV ‘sempre do mesmo jeito’. Colocamos uma pedra em cima do assunto. Conversei com o grupo para deixarmos a mente limpa e não trazer recordações negativas. Vamos jogar para ganhar, fazer 2×0, marcar forte e pensar que será diferente”, concluiu.

VAR

Pela primeira vez, o árbitro de vídeo (VAR) será utilizado na Série A2. A tecnologia também foi pauta na preparação quinzista para o compromisso de amanhã. “Nós tivemos uma palestra sobre o VAR, como são conduzidas as ações do árbitro de vídeo. Eu conversei com os atletas sobre o ‘agarra-agarra’ dentro da área, que muitas vezes não está ao alcance da visão do árbitro, mas que o VAR pode ver. Falei sobre o impedimento também, para que eles não parem a jogada, mas continuem até o apito do árbitro”, finalizou Piza.

Voltar