fbpx

Líder Esportes

Futebol

XV e Água Santa não saem do zero na retomada da Série A2

Jogo desta terça-feira (20) terminou empatado sem gols no Estádio Municipal Barão da Serra Negra

XV de Piracicaba e Água Santa, Campeonato Paulista Série A2 2021 - 5ª rodada
A partida entre XV e Água Santa foi amarrada principalmente no segundo tempo (Foto: Michel Lambstein)

Depois de mais de um mês desde a última partida, o XV de Piracicaba voltou a campo e empatou sem gols com o Água Santa nesta terça-feira (20), no estádio Barão da Serra Negra, em jogo válido pela quinta rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A2. Com o ponto somado na retomada da competição, o Nhô Quim manteve a terceira colocação, com 13 pontos. O Alvinegro atua novamente na próxima quinta-feira (22), às 22h, quando enfrenta a Portuguesa Santista no litoral.

ESCALAÇÃO

Para o duelo de ‘reestreia’, o técnico Moisés Egert continuou apostando no esquema 4-3-3 e colocou em campo Matheus Nogueira; Cleiton Savedra, Renan Dutra, Adalberto e Ronaell; Felipe Manoel, Gustavo Hebling e Mazinho; Guilherme Garré, Érison e Juninho Potiguar. No intervalo, o treinador fez a primeira alteração do jogo: saiu Érison e entrou Bruninho. Aos 14min, Maicon Souza e Jean Dias ocuparam as vagas de Felipe Manoel e Mazinho. Aos 21min, o técnico tirou Juninho Potiguar e colocou Marlyson. Na última substituição do jogo, Gustavo Hebling deixou o gramado com uma lesão para a entrada de Léo Duarte.

RESUMO

O Água Santa começou a partida controlando a posse de bola, mas quem criou a primeira chance foi o Nhô Quim. Aos 2min, Garré puxou contra-ataque e lançou Érison, que tentou se livrar da marcação para finalizar, mas o chute desviou na zaga e ainda bateu na trave antes de sair pela linha de fundo. O Alvinegro permaneceu no ataque e, aos 7min, a bola sobrou para Felipe Manoel, que arriscou de longe – Oliveira defendeu em dois tempos. Os visitantes trocavam passes no campo ofensivo, mas sem levar perigo.

Aos 23min, o XV assustou novamente. Após tabela com Garré, Juninho Potiguar bateu rasteiro no canto direito e o goleiro desviou para escanteio. A melhor resposta do Água Santa veio aos 25min. Em jogada pelo lado esquerdo, Rhuan cruzou para Pavani, que cabeceou na trave de Matheus Nogueira. Na reta final do primeiro tempo, o Nhô Quim adiantou a marcação para pressionar os visitantes, porém, errou muitos passes. O Água Santa também errava bastante no setor de criação.

Com pouca criatividade por parte das duas equipes, a segunda etapa foi marcada por muitas falhas. A melhor chance foi criada pelo XV, ainda aos 3min. Garré arriscou de fora da área e Oliveira espalmou. Na sobra, Bruninho finalizou em cima da zaga. O time piracicabano tentava costurar as jogadas pelo centro do campo, mas pecou nas triangulações. O Água Santa, por sua vez, buscou surpreender o Nhô Quim pelos lados e com batidas de fora da área, mas em momento algum assustou o goleiro Matheus Nogueira.

Voltar