fbpx
Futebol

XV derrota Guarani e respira na Série A2

Rodrigo e Romarinho marcam na primeira vitória alvinegra em 2017

O zagueiro Rodrigo, de cabeça, abriu o placar no Barão (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

O XV de Piracicaba se reencontrou com a vitória nesta terça-feira (14). Com dois gols de bola parada no segundo tempo, o Alvinegro derrotou o Guarani por 2×0, gols de Rodrigo e Romarinho, em clássico regional disputado no Barão da Serra Negra. Foi o primeiro resultado positivo do Nhô Quim na Série A2 do Campeonato Paulista. Com o triunfo, a equipe alvinegra chegou aos seis pontos, na 13ª posição. No próximo sábado (18), o XV visita o Barretos, às 19h30, pela sexta rodada da competição.

“O resultado devolve a confiança ao elenco”, disse o técnico Cléber Gaúcho

Cléber Gaúcho, enfim, mexeu no time. O técnico abandonou o esquema com três atacantes e fechou o meio-campo com três volantes. O setor composto por Clayton, Formigoni e Zé Mateus teve Barreto como responsável pela criação. No ataque, Bruninho começou a partida ao lado de Rafael Gomes. As substituições, de certa forma, protegeram a defesa, mas os problemas de armação continuaram os mesmos.

O jogo foi ruim na primeira meia hora e teve ligeiro domínio bugrino nos 15 minutos que antecederam o intervalo. Aos 27min, em cobrança de falta de Fumagalli, o desvio de cabeça do volante Auremir levou perigo ao gol de Mateus Pasinato. No minuto seguinte, o lateral Gilton enxergou uma avenida pelo lado esquerdo, passou com facilidade pela e bateu colocado, assustando o camisa 1 do Alvinegro. A última chance antes do apito veio em nova investida de Gilton, que finalizou de longe e novamente levou perito ao gol do time piracicabano.

As duas equipes voltaram sem mudanças para a etapa complementar. Aos 8min, lance polêmico na área do XV: o atacante Braian se chocou com o zagueiro Rodrigo, caiu e pediu o pênalti, que não foi assinalado pela arbitragem. Na sequência, Rodrigo bateu boca com Carlinhos, cobrando mais atenção do lateral-direito. Aos 15min, o Alvinegro ameaçou o Guarani pela primeira vez. Zé Mateus e Carlinhos tabelaram e o volante chegou à linha de fundo para cruzar rasteiro, mas a zaga afastou o perigo.

Romarinho acertou a gaveta no último lance do jogo: XV respira (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

O último terço da partida foi o mais movimentado. O XV abriu o placar aos 20min com o zagueiro-artilheiro Rodrigo. Zé Mateus cobrou escanteio e o camisa 4 cabeceou para o fundo da rede: 1×0. O Guarani reclamou bastante sobre a origem da jogada – o time de Campinas alega que não houve escanteio. Obrigado a ir para o ataque, o técnico Ney da Matta fez duas alterações no Bugre: Denis e Rogério ocuparam os lugares de Auremir e Braian. Cléber Gaúcho respondeu com Romarinho na vaga de Barreto; Doni no posto de Samuel.

O XV cozinhou o tempo nos minutos finais e levou algum susto numa bola espirrada que sobrou para Fumagalli concluir de chapa para defesa segura de Mateus Pasinato, e em uma cabeçada de Rogério que saiu à direita de Mateus Pasinato. Na última jogada da noite, brilhou a estrela de Romarinho. Em cobrança de falta perfeita, o camisa 17 colocou a bola no ângulo de Luis Henrique e fechou o placar – para alívio de Cléber Gaúcho, que, enfim, pode celebrar a primeira vitória do time alvinegro na competição estadual.

FICHA TÉCNICA

Esporte Clube XV de Piracicaba

 XV DE PIRACICABA

Mateus Pasinato; Carlinhos, Marcos Vinícius, Rodrigo e Samuel (Doni); Formigoni, Clayton e Zé Mateus; Barreto (Romarinho); Bruninho e Rafael Gomes (Celsinho). Técnico: Cléber Gaúcho

GUARANI FUTEBOL CLUBE

0  GUARANI

Luis Henrique; Lenon, Genilson, Diego Jussani e Gilton (Bruno Nazário); Auremir (Denis) e Evandro; Uederson, Fumagalli e Marcinho; Braian (Rogério). Técnico: Ney da Matta

Gols: Rodrigo aos 20min e Romarinho aos 50min/2ºT | Árbitro: Rodrigo Santos | Cartões amarelos: Rafael Gomes (XV); Genilson e Denis (GUA) | Público:  3.596 pagantes | Renda: R$ 51.645,00

Voltar