fbpx
Futebol

XV de Piracicaba confirma o retorno de Walfrido

Alvinegro busca mais um volante; clube é ouro em Programa de Excelência da FPF

Walfrido, volante do XV de Piracicaba
Walfrido defendeu o XV de Piracicaba na Série A2 do Paulista, em 2019 (Foto: Arquivo/Michel Lambstein)

O XV de Piracicaba confirmou nesta quinta-feira (20) a contratação do volante Walfrido, ex-Anápolis-GO. O atleta, de 25 anos, que defendeu o Nhô Quim em 2019 no Campeonato Paulista da Série A2, já se apresentou ao clube e participou ontem (19) das atividades com o restante do elenco. “Fisicamente, o Walfrido está pronto para jogar. Ele estava em atividade, disputando o Campeonato Goiano, já conhece o grupo e a metodologia de trabalho do Tarcísio (Pugliese, técnico). Ele se encaixa perfeitamente no que estávamos buscando”, disse o gestor de futebol Beto Souza.

O contrato do meio-campista é válido até o final da Série A2. “Nós já conhecemos o Walfrido e ele sabe como as coisas funcionam por aqui. Além de não precisar de tempo para se recondicionar fisicamente, pularemos também a fase de adaptação. O Walfrido foi importante na boa campanha que fizemos no ano passado e confio que será novamente desta vez”, completou o diretor de futebol Ricardo Moura. A diretoria quinzista continua em busca de mais um volante para a sequência da temporada. As inscrições na Série A2 se encerram no dia 3 de março.

PREMIAÇÃO

Pelo terceiro ano consecutivo, o XV de Piracicaba recebeu o troféu ouro no Programa de Excelência da FPF (Federação Paulista de Futebol), que foi entregue pela entidade nesta quinta-feira (20), no Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu. Além do troféu, o Alvinegro receberá R$ 80 mil. A classificação considera aspectos como atletas, desempenho técnico, filiação, futebol feminino, gestão de futebol, infraestrutura, negócios, torcida e recursos humanos.

“É gratificante. Isso prova que o XV está determinado e cumprindo os pré-requisitos, o que é muito importante. O reconhecimento financeiro ajudará, inclusive, nossa base, a qual estamos olhando com muito carinho”, disse o presidente do Nhô Quim, Arnaldo Bortoletto. “Em 2019, previu-se a exclusão dos clubes que atrasassem três relatórios. Entendemos que isso faz parte do comprometimento do clube, e valoriza o trabalho daqueles que se esforçaram para realizar as entregas e buscar os resultados mês a mês”, completou a diretora administrativa da FPF, Kelly Franzoni.

Voltar