fbpx
Futebol

XV de Piracicaba 1×1 Botafogo – Notas

O XV de Piracicaba criou várias oportunidades, mas esbarrou na própria incompetência na hora de finalizar. No empate por 1×1 contra o Botafogo, nesta quarta-feira (30), o jogador mais decisivo o atacante Patrick, que participou do jogo com uma assistência – desperdiçada por Fabinho – e ainda deixou sua marca na reta final do confronto. O destaque negativo foi o outro centroavante do time, Rodrigo Silva, uma das grandes decepções da equipe dirigida na pelo técnico Narciso. Confira as notas do LÍDER:

Patrick, atacante do XV de Piracicaba

Patrick – Entrou no intervalo e no primeiro lance deixou Fabinho frente a frente com Neneca para empatar o jogo, mas o companheiro estava em jornada ruim. No fim da partida, se posicionou bem entre os zagueiros do Botafogo e anotou o gol de empate no Barão da Serra Negra. Não é técnico, mas consegue usar o corpo para proteger a bola melhor do que Rodrigo Silva. Desempenha a função de ‘brigador’ e foi premiado pelo esforço. (Nota: 7)

Bruno Brígido Apareceu pouco, mas segue dando sustos em bolas pelo alto. Sem culpa no gol. (5)
Daniel Damião Estatisticamente, fez a melhor partida dele com a camisa do XV de Piracicaba no apoio ao ataque, mas deu algumas brechas na marcação pelo setor direito. (6)
Fábio Sanches Teve pouco trabalho durante a partida. (5)
Heitor Jogou com segurança. (5,5)
Thiago Carleto Participou de todos os lances de ataque do XV de Piracicaba no primeiro tempo e contribuiu na jogada que originou o gol de Patrick. (6,5)
Magal É quase impossível justificar sua titularidade. Andou em campo. (3,5)
Clayton Atuação regular. Marcou como sempre, mas foi abaixo do que pode fazer com a bola nos pés. (5)
Aloísio Fez uma boa jogada no primeiro tempo e só. (4)
Fabinho Noite infeliz. Perdeu um gol feito no início do segundo tempo e ainda desperdiçou um pênalti na reta final da partida. (4)
Henrique Santos Perdeu ótima oportunidade no início do jogo. Levou perigo ao lado esquerdo da defesa do Botafogo. (5,5)
Rodrigo Silva Tropeçou na bola quando teve a chance de desencantar e não ergueu mais a cabeça depois disso. Decepcionante. (3)
Adriano Ferreira Participou do lance do gol e ajudou Clayton na marcação. Em forma, seria titular da equipe com tranquilidade. (6,5)
Rivaldinho Entrou e pouco fez. (5)
Narciso Diferente do que aconteceu em Sorocaba, conseguiu fazer a equipe se impor contra o Botafogo. Não tem culpa da falta de pontaria de seus atacantes. (6,5)
Voltar