fbpx

Líder Esportes

Futebol

XV de Piracicaba 0x1 Santos – Notas

O XV de Piracicaba foi melhor que o Santos, mas o volume de jogo não se traduziu em bola na rede. Na derrota por 1×0, nesta terça-feira (15), no Barão da Serra Negra, o volante Clayton foi o melhor em campo – marcou bem e deu qualidade na saída de bola, quando o gramado ainda oferecia condições para sair jogando. Outra grata surpresa foi o zagueiro Oswaldo, que substituiu o suspenso Heitor. O defensou mostrou muita segurança atrás, porém, perdeu um gol ‘feito’ no ataque. Confira as notas do LÍDER:

Clayton, volante do XV de Piracicaba

Clayton – Foi um carrapato na marcação de Lucas Lima quando o meia santista se deslocou pelo seu setor. Protegeu a zaga e, quando o gramado ainda tinha boas condições, contribuiu com a saída de bola do time piracicabano. No segundo tempo, já debaixo de muita chuva, arriscou investidas para o ataque. Pela entrega e disposição, foi o melhor jogador do XV de Piracicaba em campo na derrota para o Santos.  (Nota: 7,5)

Bruno Brígido Não teve culpa no gol. Deu um susto na torcida quando precisou usar os pés em bolas recuadas. (5)
Daniel Damião Desce bastante até a linha de fundo, mas custa a acertar um cruzamento. (5)
Fábio Sanches Foi pouco exigido. Manteve o nível apresentado no ínicio da competição. (5,5)
Oswaldo Entrou bem e mostrou segurança em praticamente todos os lances na defesa. No ataque, foi o homem mais perigoso do XV, mas perdeu duas chances. Uma delas, inacreditável. (7)
Thiago Carleto Apareceu com frequência no ataque durante o primeiro tempo, mas dá muitos espaços na defesa. Seus chutões para frente não resultaram em nada. (5,5)
Magal Não comprometeu. (5)
Henrique Santos Deu correria na defesa santista antes do intervalo e cumpriu bem a missão de fechar o setor defensivo pelo lado direito. Apagado no segundo tempo, foi substituído por Diney. (6)
Aloísio Tinha a missão de cadenciar o jogo no meio-campo, mas não foi incisivo quando precisou. (5,5)
Fabinho Como sempre, infernizou a defesa adversária com movimentação constante pelos dois lados do campo. Joga sozinho no ataque. (6)
Patrick Brigou com os zagueiros e mostrou vontade, mas atacante vive de gols. Perdeu chance clara no primeiro tempo. No segundo, a bola não chegou  aos seus pés. (5,5)
Diney Com o gramado encharcado, não pôde fazer muita coisa. (5)
Rivaldinho Jogou pouco tempo (-)
Julinho Jogou pouco tempo (-)
Narciso Mexeu no time com as entradas de Aloísio e Patrick por decisão técnica e a equipe mostrou evolução em relação ao jogo contra o Ituano. Mas, convenhamos, não dava para piorar. (6)
Voltar