fbpx
Futebol

XV de Piracicaba 0x0 Água Santa – Notas

No empate sem gols contra o Água Santa, o XV de Piracicaba criou poucas oportunidades no ataque. O time piracicabano, aliás, tem encontrado dificuldades no setor ofensivo e ainda não marcou no Campeonato Paulista – são três partidas em branco, considerando o jogo-treino ante a Caldense-MG. No duelo desta quinta-feira (11), as principais jogadas saíram quase sempre pelo lado direito: o lateral Daniel Damião cumpriu sua função defensiva sem problemas e foi bem no apoio. Confira as notas do LÍDER:

DANIEL DAMIÃO

 

Daniel Damião – Foi o melhor jogador do XV de Piracicaba em campo contra o Água Santa. No primeiro tempo, chegava facilmente à linha de fundo e deu bons cruzamentos. Não teve o mesmo rendimento na etapa final, até em virtude da expulsão do volante Magal, mas se manteve consistente na lateral direita. (Nota: 7)

 

Bruno Brígido Fez boa defesa após sair mal do gol em jogada de bola aérea. Mas, de um modo geral, teve pouco trabalho. (5)
Fábio Sanches Atuou de maneira segura e cobriu bem o lado direito quando Daniel Damião se lançava ao ataque. (6)
Heitor Sobressaiu-se nas jogadas áreas e nas disputas corpo a corpo com os atacantes do Água Santa. (6,5)
Julinho Conseguiu bons avanços pela esquerda e foi seguro defensivamente. (5,5)
Magal Por ter tomado um cartão amarelo no início do jogo, passou a atuar um pouco mais adiantado e deixou a defesa desprotegida. E ainda foi expulso no começo do segundo tempo após um carrinho imprudente. (2)
Léo Salino Apresentou-se pouco para dar opções de ataque pelo meio e cometeu erros de fundamento que tiraram a paciência da torcida, mas se destacou na marcação. (5)
Henrique Santos Fez boas tabelas com Daniel Damião no primeiro tempo. Após a expulsão de Magal, jogou mais recuado. (5,5)
Aloísio Participativo no primeiro tempo, com boa movimentação e infiltrações na área do rival. Caiu de produção na segunda etapa. (5,5)
Diney Deu trabalho à defesa adversária com jogadas individuais pela esquerda. (6)
Rodrigo Silva Mostrou bom posicionamento, porém, devido a erros de passe e domínio, foi pouco eficiente. (5)
Fabinho Deu velocidade à equipe, mas não conseguiu encontrar espaços na defesa adversária. (5,5)
Patrick Pouco acrescentou ao ataque do Nhô Quim. (5)
Héverton No pouco tempo em que atuou, deu dinâmica ao time e chamou a responsabilidade na armação das jogadas. (6)
Claudinho Batista Enquanto o sistema defensivo se mostrou consistente, o ofensivo apresentou problemas para ameaçar o adversário e o XV passou mais uma partida em branco no Paulistão. (5,5)
Voltar