fbpx
Futebol

XV dá bobeira e cede empate ao vice-lanterna nos acréscimos

Nhô Quim empata com Votuporanguense na retomada do Campeonato Paulista da Série A2

Raphael Macena e Kadu, atacantes do XV de Piracicaba
Raphael Macena e Kadu comemoram o segundo gol do Nhô Quim contra o CAV (Foto: Michel Lambstein)

O XV de Piracicaba empatou com o Votuporanguense por 2×2, nesta quarta-feira (19), no estádio Barão da Serra Negra, pela 13ª rodada da primeira fase da Série A2 do Campeonato Paulista. Foi o primeiro jogo após a paralisação por cinco meses devido à pandemia causada pela Covid-19. O empate deixa o XV na sétima colocação, com 20 pontos ganhos. O time piracicabano atua novamente na próxima quarta-feira (26), às 15h, para encarar o São Bernardo no Estádio Primeiro de Maio. O Alvinegro encerra a participação na primeira fase contra o Penapolense, no dia 30, às 11h, em Piracicaba.

Com Samuel Balbino titular na lateral esquerda e Samuel Andrade de volta ao meio-campo, o Nhô Quim começou a partida sufocando o adversário e não demorou para abrir o placar. Aos 4min, Filipe Cirne iniciou a jogada pela esquerda e rolou para Daniel Costa. O camisa 10 colocou a bola na cabeça de Raphael Macena, que desviou para o fundo da rede: 1×0. O Votuporanguense, porém, quase empatou no minuto seguinte, quando o atacante Tom exigiu boa defesa do goleiro Mota.

O jogo estava aberto e, com espaço para pensar, Daniel Costa não precisa de duas oportunidades para provar que é diferenciado. Aos 12min, o cérebro quinzista deixou Raphael Macena cara a cara com o goleiro Edson. O goleador não desperdiçou o passe açucarado: 2×0. A notícia ruim para o técnico Evaristo Piza, estreante no cargo, foi a lesão de Samuel Andrade. O volante teve de ser substituído por Gabriel Soares antes do relógio completar 15 minutos.

Raphael Macena, atacante do XV de Piracicaba

Macena abriu o placar no Barão da Serra Negra para o XV de Piracicaba (Foto: Michel Lambstein)

Apesar da desvantagem, o CAV levava perigo à meta defendida por Mota. O lance mais perigoso ocorreu aos 23min, quando o lateral-direito Jéfferson Feijão evitou o gol de Cristian em cima da linha. Na reta final do primeiro tempo, os dois goleiros se destacaram. Aos 35min, Filipe Cirne arrancou com a bola dominada do meio-campo, ganhou na velocidade da marcação, entrou na área e bateu firme para excelente defesa de Edson. O meia do XV acabou se lesionando no lance e teve de sair para a entrada de Marcelinho. Aos 37min, Mota fez milagre ao salvar com o pé esquerdo o tiro à queima-roupa de João Marcos.

REAÇÃO

As duas equipes voltaram para a etapa complementar sem mudanças em relação aos jogadores que terminaram o primeiro tempo. O Votuporanguense mandava no duelo e não estava disposto a entregar os pontos, mas esbarrava na ótima atuação de Mota. Aos 13min, Ricardinho finalizou da entrada da área e o goleiro do Nhô Quim desviou com a ponta dos dedos para escanteio. Dois minutos depois, Joãozinho tabelou com Tom, driblou o zagueiro Paulão e ficou com o gol escancarado para diminuir, mas Mota salvou o time piracicabano. Na sequência, o camisa 1 espalmou o chute cruzado de Watson.

Mota, goleiro do XV de Piracicaba

O goleiro Mota foi peça fundamental para evitar a derrota do XV de Piracicaba (Foto: Michel Lambstein)

O XV de Piracicaba respondeu com Raphael Macena, em cabeceio rente à trave após boa jogada de Samuel Balbino. Com o CAV lançado ao ataque, o Alvinegro tinha espaço para contragolpear, mas pecava nos passes. O prêmio pela insistência dos visitantes veio aos 40min, quando Watson encarou a marcação de Samuel Balbino e bateu cruzado. A bola passou por baixo do corpo de Mota e sobrou amortecida para Alvinho diminuir: 2×1. Nos acréscimos, o Votuporanguense rondou a área do Nhô Quim e conquistou o merecido empate. Aos 48min, Vinicius encontrou Alvinho isolado na pequena área e o atacante cutucou para a rede, deixando tudo igual no Barão da Serra Negra: 2×2.

FICHA TÉCNICA

2   XV DE PIRACICABA

Mota; Jéfferson Feijão, Diego Jussani, Paulão e Samuel Balbino; Walfrido, Samuel Andrade (Gabriel Soares) e Daniel Costa (Érison); Kadu, Filipe Cirne (Marcelinho) e Raphael Macena. Técnico: Evaristo Piza

2   VOTUPORANGUENSE

Edson; Genilson, Luiz Eduardo (Vinicius), Júnior Goiano e Cesar (Fagner); Cristian (Caio), João Marcos e Ricardinho (Watson); Tom, Misael e Joãozinho (Alvinho). Técnico: Júlio Sérgio

Gols: Raphael Macena (XV) aos 4min e aos 12min/1ºT; Alvinho (CAV) aos 40min e aos 49min/2ºT | Árbitro: Ilbert Estevam da Silva | Cartões amarelos: Walfrido e Raphael Macena (XV); Misael (VOT)

Voltar