fbpx
Futebol

XV apresenta Erick Salles: ‘Foi uma decisão fácil’

Atacante elogia elenco e diz estar 'muito feliz' por chegar ao time piracicabano

Erick Salles acertou contrato com o XV de Piracicaba e foi apresentado nesta terça-feira (Foto: Vitor Prates)

Contratado para reforçar o setor ofensivo do XV de Piracicaba, o atacante Erick Salles, de 24 anos, foi oficialmente apresentado pelo clube nesta terça-feira (30), no estádio Barão da Serra Negra. O atacante, que iniciou a carreira nas categorias de base do Internacional-RS, coleciona passagens por Bragantino, CRB-AL e Mirassol, além de ter atuado no futebol português (Arouca). Em 2017, jogando pela Ponte Preta, Erick Salles fez parte do elenco que foi vice-campeão paulista.

Em 2018, o atacante conquistou o título da Copa Paulista, defendendo o Votuporanguense. “Estou muito feliz de fazer parte do elenco do XV. Foi uma decisão fácil, por eu ter enfrentado a equipe e visto a qualidade do elenco que o XV tinha. Como mantiveram o elenco, foi fundamental para me ajudar a escolher”, disse o atacante. Sem disputar partidas oficiais desde o término do Campeonato Paulista da Série A2, Erick Salles tem trabalhado em ritmo intenso para ficar à disposição do técnico Tarcísio Pugliese.

“Fiquei um tempo parado, mas estava treinando com o meu personal. Na semana passada já treinei forte, em dois períodos, todos os dias. Acredito que em mais uma semana eu esteja apto para jogar”, concluiu o atacante. Pela sétima rodada da Copa Paulista, o XV de Piracicaba volta a campo no próximo domingo (4), às 10h, para encarar o Rio Claro no estádio Augusto Schimidt Filho, em Rio Claro. A vitória garante matematicamente o time piracicabano na próxima fase da competição.

Erick Salles ainda comentou sobre o quanto o título obtido em 2018 pelo Votuporanguense pode acrescentar em sua passagem pelo time piracicabano. “Nós fomos campeões com um grupo jovem, que poucos imaginavam que pudesse chegar. Esse elenco do XV conta com mais jogadores experientes e isso ajuda muito. O que posso fazer para contribuir é dentro de campo e conversando. Percebi muita vontade por parte de todos, até pelo fato de o acesso não ter vindo”, finalizou.

Voltar