fbpx
Futebol

Xandão: ‘Vontade de comandar o profissional’

Técnico assume sub-20 de forma interina; Bonassi deixa categorias de base

Xandão, técnico da equipe sub-20 do XV de Piracicaba
Xandão quer recuperar a equipe sub-20, que está em baixa no Campeonato Paulista (Foto: Divulgação)

Ainda de forma interina, Alexandre Torrezan, o Xandão, estreou no último sábado (28) no comando do time sub-20 do XV de Piracicaba, que disputa o Campeonato Paulista Sub-20. Jogando em Americana, o Nhô Quim acabou derrotado pelo Rio Branco por 1×0. Há um ano como auxiliar técnico na equipe profissional, Xandão assumiu o time de base devido à saída de Diego Favarin, que se desligou do clube na última quinta-feira (26). “A princípio, a diretoria passou que assumo interinamente, pois eles ainda precisam resolver o que será feito no departamento profissional. Eu sou funcionário do clube e estou feliz. Voltar a comandar sempre é bom e vou encarar esse desafio para que possamos fazer um grande campeonato”, disse.

Duo Imóveis

Nascido e criado em Saltinho, Xandão foi levado quando tinha 14 anos ao São Paulo pelo treinador Guto Ferreira. No Tricolor, permaneceu por oito temporadas. Como atleta, foi convocado pela seleção brasileira sub-15 e sub-17. Após deixar o clube da capital, Xandão teve passagens por Paraná Clube, Fortaleza e Caxias-RS, além de rodar pelo interior de São Paulo, antes de encerrar a carreira pela Inter de Limeira, em 2012. No ano seguinte, Xandão atuou como gerente de futebol até receber uma proposta da Prefeitura de Saltinho para trabalhar na secretaria de esportes. O vínculo com o XV de Piracicaba começou em 2015, quando assumiu o time sub-15.

“O XV me abriu as portas em 2015 e, graças a Deus, as coisas aconteceram rapidamente na minha vida. Dirigi o sub-15 e no ano seguinte estava no sub-17. Depois, com a saída do Cléber (Gaúcho, treinador), subi para o profissional e permaneci. Aprendi bastante com os profissionais que passaram pelo clube e acredito que hoje estou muito mais preparado do que estava quando assumi o time na primeira rodada da Copa Paulista, em 2017. Tenho vontade de dirigir o time profissional, mas deixo nas mãos da diretoria e de Deus”, disse Xandão.

A meta agora é recuperar o sub-20 no Estadual. O XV de Piracicaba volta a campo no próximo sábado (5), às 15h, para encarar o Rio Claro no Barão da Serra Negra. Após três rodadas e ainda sem vencer na competição, o Nhô Quim segura a lanterna e é o oitavo colocado do Grupo 2, com apenas um ponto conquistado.

SAÍDA

Matheus Bonassi não é mais coordenador das categorias de formação do Alvinegro. A informação foi confirmada pelo clube nesta segunda-feira (30), em nota divulgada via assessoria de imprensa. Segundo o XV, Bonassi recebeu proposta para trabalhar fora do futebol. Apesar do desligamento do quadro de funcionários, ele deverá continuar prestando serviços ao XV como diretor de base, a convite do presidente Celso Christofoletti. O cargo na diretoria não é remunerado.

BALANÇO

O XV de Piracicaba divulgou nesta segunda-feira (30) o balanço financeiro referente ao ano de 2017 (clique aqui para acessar o documento). A auditoria foi realizada pela empresa Unity Auditores, de São Paulo. A prática faz parte da política de transparência da diretoria. O cumprimento da medida (Lei Federal nº 9.615) vale pontos no Programa de Excelência da FPF (Federação Paulista de Futebol), que premia as boas gestões dos clubes paulistas. “É uma obrigação, porém, é preciso ressaltar a transparência, uma vez que poucos clubes cumprem o prazo estipulado pela Lei Pelé”, disse Christofoletti.

Voltar