fbpx

Líder Esportes

Opinião

Volpi… De novo…

*Capa: Arquivo/São Paulo FC

Diz o ditado popular do meio do futebol que goleiro ganha jogo. Concordo. Rogério Ceni, Marcos, Ronaldo, Rodolfo Rodrigues… Esses garantiam. Mas goleiro também perde… Thiago Volpi chegou com desconfiança, mas logo fez a torcida ‘esquecer’ Rogério Ceni por conta de boas atuações. Se tornou um dos líderes da equipe, inclusive… Nesse ano, porém, a fase do goleiro são-paulino é sofrível. Falhou em lances capitais contra o Palmeiras na Libertadores e foi personagem decisivo na desclassificação do tricampeão da América.

E, nesta quarta-feira (25), diante do Fortaleza, pela Copa do Brasil, foi a gota d’água, acredito. A falha no primeiro gol do Fortaleza é imperdoável para o torcedor tricolor. Com todo respeito ao profissional. Mas, por mais que seja um com goleiro de boa qualidade técnica, Volpi não tem mais clima para permanecer como o número 1 do time paulista. O jogo estava 2×0 para o São Paulo e totalmente controlado. A ponto de o técnico Crespo tirar o Rigoni da partida. Rigoni havia marcado os dois gols do Tricolor.

Aí, nos minutos finais de partida, o bom time cearense ‘renasceu’ na partida com um gol de Yago Pikachu. Bola na área do São Paulo, Volpi chega antes no lance, mas ‘fura’ e Pikachu fica livre para entrar com bola e tudo. O erro derrubou o ânimo dos paulistas e o Fortaleza chegou à igualdade logo em seguida. Final de partida: 2×2 e muito na conta do goleiro tricolor, que custou cerca de R$ 20 mi aos cofres do São Paulo.

As redes sociais, após a partida, bombaram com mensagens de torcedores malhando o arqueiro. Ivan, da Ponte, Tadeu, do Goiás, e até o Jean – aquele que agrediu a esposa, mas ainda é ativo do clube – foi lembrado como possível substituto. Tadeu pode até ser viável, mas o Goiás costuma dificultar nas negociações. Outro muito pedido, Ivan custa muito caro. A diretoria da Macaca quer no mínimo R$ 12 milhões para sentar à mesa e começar a conversa. Quanto ao Jean, esquece. A diretoria não vai comprar essa briga e trazer de volta um jogador que bateu em mulher.

Conclusão: pelo menos até dezembro, o torcedor terá de se contentar com Thiago Volpi. Para o goleiro, só uma atuação decisiva no Ceará, no jogo de volta, fará com que parte da confiança perdida seja restabelecida. É esperar para ver…

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportivo

Voltar