fbpx
Futebol

Vitória sobre Londrina traz alívio em campo e financeiro

Pugliese defende trabalho realizado; clube receberá cota de mais R$ 650 mil na 2ª fase

*Capa: Michel Lambstein

A vitória por 1×0 sobre o Londrina-PR, na última quarta-feira (5), no Barão da Serra Negra, aliviou a pressão que o XV de Piracicaba e o técnico Tarcísio Pugliese vinham recebendo pela falta de vitórias em 2020. O treinador voltou a defender o trabalho realizado após a classificação na Copa do Brasil. “Conversei com os atletas no vestiário. Nós fizemos um jogo razoável contra a Portuguesa, um bom jogo contra o Audax, um melhor ainda contra o São Caetano e um jogo muito bom contra o São Bento. Então, a equipe vinha evoluindo”, disse o treinador.

“Infelizmente, como eu disse na entrevista passada, tem essa cultura de resultado para ontem no futebol brasileiro. As pessoas não entendem. Chegaram jogadores em cima da hora e não é fácil que eles se conheçam e se entrosem rapidamente, e comecem a ganhar todos os jogos. O trabalho é bem feito, tenho convicção disso, independente do que acontecesse ou venha a acontecer. Estou muito contente com isso, mas é claro que a gente vai se irritando com o fato de não vencer”, afirmou.

“Talvez contra a Portuguesa a gente não tenha merecido […] mas nos outros três jogos merecemos (vencer) e, em dois deles, estávamos com a vitória na mão. Nada disso é levado em conta em algumas situações. Com isso, fica uma pressão, uma loucura, o que na verdade é muito chato […]. Todo mundo estava muito incomodado com isso, querendo muito essa vitória. O sentimento é de bastante alegria”, concluiu Pugliese. Pela quinta rodada do Campeonato Paulista da Série A2, o XV volta a campo no sábado (8), às 15h, para encarar o Atibaia no estádio Décio Vitta, em Americana.

COPA DO BRASIL

Classificado para a segunda fase da Copa do Brasil, o XV de Piracicaba aguarda a definição da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) sobre a data e o horário da partida contra o Juventude-RS, que avançou na competição após eliminar o Coruripe-AL. O confronto será realizado no estádio Barão da Serra Negra e, em caso de empate, a partida será decidida em cobranças de pênaltis. Pela participação na segunda fase do torneio nacional, o Nhô Quim receberá mais R$ 650 mil.

“Acredito que o dinheiro deve entrar durante a semana (R$ 540 mil, cota da primeira fase), com os descontos (10%). Dá para ajustar um pouquinho as contas, que estão apertadas. Estamos esperando mais um patrocinador, que ainda não veio, mas (a cota) já garante o primeiro semestre do XV. Esses valores nos dão uma estabilização financeira e nos faz repensar para a próxima partida (Copa do Brasil) para deixar os preços (ingressos) mais equilibrados, para trazer mais torcedores ao estádio”, afirmou Arnaldo Bortoletto, presidente do XV, em entrevista à Jovem Pan News.

Voltar