fbpx
Opinião

Virou trauma

*Capa: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Guarani do Paraguai, definitivamente, é um nome que causa indigestão no torcedor corintiano quando se fala em Copa Libertadores: em quatro jogos, o Timão perdeu três vezes. E quando ganhou, por 2×1, nesta quarta-feira (12), em Itaquera, de nada valeu. O roteiro foi daqueles, com requintes de crueldade. A noite estava perfeita: 2×0 no primeiro tempo, torcida a favor, cantando, e o time rival retraído, sem saber muito o que fazer. Porém, o ‘pulo do gato’ para os paraguaios foi a expulsão do meia Pedrinho. O menino, que fez um esforço enorme para voltar do Pré-Olímpico para a decisão na Arena Corinthians, abusou da vontade e errou. Expulsão justa!

Com dez homens em campo, o Corinthians recuou e permitiu a reação paraguaia. Depois de uma falta que não existiu, o Guarani diminuiu com um gol de falta. Cássio, para mim, falhou. Bola defensável, ainda mais para um arqueiro do gabarito do capitão corintiano. O gol qualificado fora de casa foi o suficiente para o Guarani na Zona Leste. A perda da vaga, lógico, tirará um pouco do brilho da Libertadores deste ano. Afinal, se passa à próxima fase, para duelos diante do Palestino-CHI, o Timão seguiria com a possibilidade de compor o grupo do Palmeiras na fase inicial do torneio sul-americano. Seria uma atração em tanto para a competição.

Além disso, há o prejuízo financeiro. A Libertadores não dá uma premiação exuberante, mas o time que disputa a competição ganha muito com patrocínios, direitos de imagem (TV) e bilheteria. O clube, que já não está ‘nadando’ em dinheiro, ficará mais apertado ainda na temporada. Vamos, agora, observar os próximos dias. O revés na Libertadores poderá ter consequências negativas para a comissão técnica, liderada por Tiago Nunes, ainda mais se perder o clássico contra o São Paulo, neste sábado (15), no Morumbi, pelo Paulistão. A torcida, ao final do jogo, não protestou (ainda aplaudiu), mas não se iluda: a cobrança virá e virá forte para o Majestoso.

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportivo

Voltar