fbpx

Líder Esportes

Opinião

Um grande jogo

*Capa: CAM/Divulgação

Atlético-MG e Palmeiras ficarão frente a frente na semifinal da Copa Libertadores. Será sem dúvida um grande duelo. Para mim, a final antecipada da competição sul-americana. As duas melhores campanhas da fase de grupos. Os dois melhores também na tabela do Campeonato Brasileiro. O Galo terá a vantagem de jogar a segunda partida no Mineirão. E com torcida! O Palmeiras provavelmente não terá o Allianz Parque com público, já que o governador do Estado, João Dória, liberou torcida nas arquibancadas dos estádios paulistas somente a partir de novembro.

Para chegarem às semifinais, os rivais brasileiros tiveram grandes oponentes nas oitavas, mas passaram sem problemas. O Alviverde empatou com o São Paulo no Morumbi e goleou em seus domínios. O Alvinegro de Minas bateu o poderoso River Plate em Buenos Aires e em BH. Quanto às possibilidades, 50% para cada lado. Não é muro, é muito equilíbrio. Até a forma de jogar dos dois times se parece. Os dois são letais na saída de bola para o contra-ataque e ambos têm um poderio ofensivo de dar inveja, com Dudu e Hulk como destaques de Palmeiras e Atlético-MG, respectivamente.

Abel Ferreira e Cuca já se conhecem. Eles foram à final da Libertadores em 2020, com Palmeiras e Santos, com vantagem para o português, que levantou a taça. Agora, novo embate. O Galo tem mais repertório nesse momento, me parece, mas o Porco tem mais banco, mas opções de troca. São duas camisas incríveis, que irão com certeza representar bem o Brasil na fase final da competição continental. E quem passar e chegar à final, provavelmente cruzará com o Flamengo, muito favorito diante de Barcelona-EQU ou Fluminense no outro lado do chaveamento.

Aliás, a semifinal, que já tem três brasileiros, poderá ter quatro, caso o Flu se classifique em Guayaquil – o Tricolor tem de vencer nesta quinta-feira (19) fora de casa para ficar com a vaga. Uma mostra de que nosso país vem dominando amplamente o cenário sul-americano nos últimos anos.

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportivo

Voltar