fbpx
Ginástica Rítmica

Troféu Corpo Livre é realizado em formato excepcional

Evento reuniu apenas ginastas locais e teve apresentações com horários agendados

Cibeli Sacconi, treinadora de ginástica da equipe piracicabana Corpo Livre
Cibeli Sacconi mostrou satisfação com a realização do Troféu Corpo Livre (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

Com uma série de adaptações, a edição 2020 do Troféu Corpo Livre foi realizada internamente no último sábado (12), na sede da Academia Corpo Livre, em Piracicaba. Por conta da pandemia da Covid-19, o torneio não foi aberto à participação de equipes de fora e as ginastas se apresentaram em horários agendados para evitar aglomeração. A competição contou com a presença de duas árbitras convidadas: Cláudia Garcia e Jéssica Prado.

As categorias foram divididas em ginástica artística (solo e trave), acrobática (dupla e trio) e rítmica (bola e arco). “Os resultados das ginastas foram muito positivos para nos dar requisitos para uma programação efetiva de treinos, diante das notas artística e de execução que foram atribuídas nessas modalidades. Percebemos uma vontade enorme dos pais, ginastas e professoras de estarem treinando e tendo um objetivo concreto a cumprir. Foi muito bom em todos os sentidos”, avaliou a treinadora Cibeli Sacconi.

O Troféu Corpo Livre é uma tradição da academia e reúne centenas de atletas de diversas cidades paulistas. Apesar das dificuldades impostas pela pandemia, a treinadora não esconde a satisfação por conseguir realizar a competição. “Coordenar o evento exigiu cuidado com todos os protocolos de segurança, mas essa conduta está se incorporando ao nosso cotidiano. As dificuldades não diminuíram a motivação e a felicidade das ginastas por estarem treinando. Esse ano foi desafiador em todas as áreas que se referem ao esporte”, disse Cibeli.

ESPETÁCULO

Em 2020, o tradicional espetáculo escolhido para ser apresentado pela Corpo Livre foi “Ode ao Circo”, com direção de Carlos ABC, que foi gravado na própria academia e será exibido no próximo domingo (20), pelo canal da Imaginário Filmes, no YouTube. “Trazer o palco para a academia foi algo inusitado e sensacional. Foi um sonho fazer toda a produção e a filmagem no lugar onde elas treinam e já estão acostumadas. O colchão é o mesmo, não tem vão, não tem os desafios do palco e por isso a parte técnica é mais segura”, finalizou a técnica.

Voltar