fbpx
Futebol

Tony desmente pré-contrato com o Nhô Quim

Jogador dispara contra Renato Bonfíglio; XV também nega acordo com meia

Tony, meia do XV de Piracicaba
Tony afirmou que a prioridade é permanecer no América-MG em 2016 (Foto: Carlos Cruz/América-MG)

Dois dias depois do vice-presidente e diretor de futebol do XV de Piracicaba, Renato Bonfíglio, anunciar que o meia Tony havia assinado um pré-contrato para defender o time piracicabano no Campeonato Paulista de 2016, o próprio jogador negou a informação. Atualmente no América-MG, Tony disse que não tem qualquer documento assinado e ainda desafiou Bonfíglio a apresentar o pré-contrato. O jogador ainda chamou o cartola de “maldoso” e “mentiroso” em um comunicado publicado em sua conta pessoal no Instagram.

As palavras de Tony chegaram rápidas ao estádio Barão da Serra Negra na manhã desta segunda-feira (16). Em nota oficial, o presidente Rodrigo Boaventura contrariou a entrevista de Bonfíglio e afirmou que o XV de Piracicaba “respeitar o vínculo do meia com o América-MG”. Na última sexta-feira, o diretor de futebol havia dito à rádio Jovem Pan News que a contratação só não havia sido oficializada pois a equipe mineira disputa a reta final da Série B do Campeonato Brasileiro e tem boas chances de acesso – o Coelho é o vice-líder restando três rodadas para o encerramento.

O XV de Piracicaba desmentiu o próprio vice-presidente em comunicado oficial divulgado ontem

Bonfíglio disse, na ocasião, que torcia para que o América-MG subir. Segundo o cartola, isso poderia facilitar o retorno de Tony ao XV. “Acredito que se América-MG subir, terá que reforçar o elenco. E aí não sei se eles contariam com o Tony para a Série A do Campeonato Brasileiro”. No pré-contrato que Tony teria assinado com o Nhô Quim, ainda conforme o dirigente, havia uma cláusula que o liberaria do compromisso com o time piracicabano, caso haja oferta de renovação ‘irrecusável’ do América-MG. Confira abaixo a íntegra do comunicado divulgado ontem pelo Nhô Quim:

“O XV de Piracicaba, através do presidente Rodrigo Campos Boaventura, informa que o clube não possui um pré-contrato com o atleta Tony, que pertence ao América-MG e disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro reforça que respeita o vínculo existente entre o jogador e o time mineiro, e portanto não faria qualquer negociação antes do término do contrato. A diretoria quinzista deseja boa sorte ao Coelho na reta final da competição nacional e espera que os objetivos da equipe mineira possam ser alcançados”.

Leia abaixo o texto publicado por Tony em sua conta particular no Instagram:

“Infelizmente é triste ver como as pessoas são maldosas e mentirosas. Uma pessoa ligada ao XV de Piracicaba, de nome Renato Bonfíglio, deu uma entrevista em nome do clube dizendo que está tudo certo e que já tenho um pré-contrato com eles. Totalmente mentira e, se for mentira minha, podem mostrar o tal pré-contrato assinado. O que eu disse muito tempo atrás é que se eu fosse para voltar para o Paulistão, voltaria para o XV, pelo respeito que tenho pelo clube que trabalhei este ano! Porém, a vontade de subir e permanecer no América-MG é minha prioridade total!”

HISTÓRICO

Renato Bonfíglio foi desmentido por Tony e pelo próprio XV (Foto: Divulgação)

Renato Bonfíglio foi desmentido por Tony e pelo próprio XV em nota oficial  (Foto: Divulgação)

Esta não é a primeira ‘gafe’ de Renato Bonfíglio desde que voltou ao XV, em novembro de 2012 – ele havia saído em 2009, após a derrota do time em Osasco, que terminou com a permanência na Série A3 do Campeonato Paulista, protestos e prisão do cartola, que chegou a disparar com um revólver para o alto. Em 2013, o diretor foi perguntado sobre a possível contratação do meia acreano Ancelmo e respondeu que sequer sabia da existência do futebol do Acre. Dias depois, Ancelmo foi apresentado.

Já em 2014, anunciou a contratação de Claiton, zagueiro do Chievo Verona, da Itália, quando na verdade havia contratado Gleison, do Xanthi, time da Grécia. “Claiton, Gleison… É tudo parecido”, disse na época. Na quarta rodada do último Paulistão, quando o time piracicabano perdeu pela quarta vez consecutiva, frente ao Ituano, no Barão da Serra Negra, o presidente Boaventura bancou a continuidade do técnico Roque Júnior; Bonfíglio , por sua vez, concedeu entrevistas dizendo que Boaventura não tinha experiência suficiente com futebol para tomar qualquer decisão. No caso Tony, o presidente mais uma vez precisou de um comunicado oficial para desmentir seu vice.

Voltar