fbpx

Líder Esportes

Futebol

Super Everton: goleador faz 3 e XV vence Inter

Atacante brilha e Nhô Quim consegue primeira vitória no Barão da Serra Negra

Everton, atacante do XV de Piracicaba
Everton marcou os três gols da vitória do XV sobre a Inter de Limeira (Foto: Claudinho Coradini/JP)

A primeira vitória do XV de Piracicaba atuando no Barão da Serra Negra tem nome próprio: Everton. Com três gols do goleador, dois deles nos acréscimos do segundo tempo, o Nhô Quim derrotou a Inter de Limeira por 3×1, em jogo realizado neste sábado (3), válido pela quinta rodada da Série A2 do Campeonato Paulista. O triunfo deixou o Alvinegro provisoriamente na oitava colocação, com sete pontos ganhos. O time piracicabano volta a jogar no próximo sábado (10), às 16h, contra o Taubaté fora de casa.

A boa impressão deixada no segundo tempo contra a Portuguesa, no Canindé, fez com que o técnico Evaristo Piza apostasse na manutenção da equipe que buscou o empate na capital, com Bruno Formigoni substituindo Guly, suspenso, e Maikon Aquino completando o trio de ataque ao lado de Fabinho e Everton. O duelo começou aberto, porém, as duas equipes pecavam pelo número de passes errados. As chances de gol foram raras: o XV tinha a iniciativa, enquanto a Inter chegava apenas em bolas paradas.

Everton marcou os seis gols que o XV de Piracicaba soma na Série A2 do Campeonato Paulista: artilheiro alvinegro

Artilheiro do Nhô Quim, Everton escapava com facilidade da marcação adversária. No primeiro tempo, Fraga e Fabinho, duas vezes, falharam no último passe quando o camisa 11 estava posicionado em boa condição para marcar. Aos 27min, contudo, Fabinho aproveitou a bobeira na saída de bola rival, caprichou na assistência e encontrou o centroavante na frente do gol. Com qualidade, Everton concluiu na saída do goleiro Rafael Pin para abrir o placar: 1×0. Foi o quarto gol do atacante na competição estadual.

O segundo tempo começou em ritmo acelerado e o XV teve a chance de ampliar aos 5min, mas Fabinho desaproveitou o passe açucarado de Léo Carvalho: cara a cara com Rafael Pin, ele errou o chute e facilitou a vida do goleiro. O castigo quase aconteceu na sequência do lance, quando Éder Paulista arriscou da entrada da área e exigiu boa defesa de Samuel Pires. A Inter de Limeira cresceu em campo e conseguiu o empate aos 15min, com Éder Paulista. Após bate-rebate na área, o camisa 9 do Leão fuzilou no canto direito para deixar tudo igual: 1×1.

O gol sofrido fez Piza olhar para o banco: Jobinho e André Cunha substituíram Maikon Aquino e Pedrinho, respectivamente. Léo Carvalho foi deslocado para a lateral direita. Aos 23min, o XV criou ótima chance para desempatar, mas Everton perdeu o gol ao ser travado por Balardin quando estava frente a frente com Rafael Pin. A última troca no time piracicabano foi no ataque: Fabinho por Rafael Gomes. Aos 43min, na primeira participação, o atacante viu André Cunha invadir a área e ser calçado por Calixto: pênalti. Na cobrança, o próprio André Cunha acertou a trave.

GOLEADOR

O que parecia ser mais um dia de drama para os torcedores do Nhô Quim virou alegria aos 46min. Iluminado, Everton recebeu bom passe de Bruno Formigoni pelo lado esquerdo e, sem deixar a bola cair, dominou com o pé direito e tocou de esquerda por baixo de Rafael Pin: 2×1. A festa ficou completa no Barão da Serra Negra aos 48min, mais uma vez com o goleador fazendo o papel de protagonista. O camisa 11 finalizou e, no rebote do goleiro, o próprio Everton girou o corpo e marcou o terceiro dele na partida, o sexto do atacante na competição: 3×1.

FICHA TÉCNICA

Esporte Clube XV de Piracicaba

3  XV DE PIRACICABA

Samuel Pires; Oziel, Vinicius Simon, Jean Pablo e Pedrinho (André Cunha); Bruno Formigoni, Fraga e Léo Carvalho; Fabinho (Rafael Gomes), Maikon Aquino (Jobinho) e Everton. Técnico: Evaristo Piza

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA INTERNACIONAL DE LIMEIRA

1   INTER DE LIMEIRA

Rafael Pin; Vinicius Pedalada, Balardin, Nikão e Malcoon (Calixto); Marquinhos, Zé Mateus, Teco e Moisés (Ricardinho); Éder Paulista e Tom (Medina). Técnico: João Vallim

Gols: Everton (XV) aos 27min/1ºT; Éder Paulista (INT) aos 15min, Everton (XV) aos 46min e Everton (XV) aos 48min/2ºT | Árbitro: Leandro Bizzio Marinho | Cartões amarelos: Maikon Aquino, Samuel Pires e Fabinho (XV); Malcoon, Zé Mateus e Éder Paulista (INT) | Público: 2.443 pagantes | Renda: R$ 36.370,00

Voltar