fbpx

Líder Esportes

Futebol

Sem pontaria, XV leva gol ‘cantado’ e perde outra

Nhô Quim domina a posse de bola, desperdiça chances e é derrotado em casa

XV de Piracicaba 0x1 Santos (Oswaldo e Paulinho)
Oswaldo em disputa com Paulinho: atacante voltou a Piracicaba (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

O XV de Piracicaba segue em baixa no Campeonato Paulista. O time piracicabano envolveu o Santos em boa parte do jogo na noite desta terça-feira (15), no Barão da Serra Negra, mas pecou na pontaria e acabou derrotado por 1×0, em partida antecipada pela 11ª rodada da competição. O único gol foi marcado pelo zagueiro Gustavo Henrique após jogada ‘manjada’ de Lucas Lima, na reta final do primeiro tempo – na segunda etapa, a chuva que castigou o gramado mudou completamente o ritmo jogo. Com o resultado, o Nhô Quim permanece com 11 pontos, mas ainda terá de aguardar todos os adversários entrarem em campo para saber como fica na classificação geral – o time ocupa o quarto lugar no Grupo C. No próximo sábado (19), a equipe enfrenta o Novorizontino, às 16h, fora de casa.

Narciso mexeu no XV. O treinador entrou em campo com três novidades em relação ao jogo contra o Ituano. Oswaldo substituiu o suspenso Heitor, Aloísio voltou ao time após se recuperar de lesão e ocupou a vaga de Diney, e Patrick ganhou uma chance no ataque no lugar de Rivaldinho. O time piracicabano tentou acelerar o ritmo, mas foi o Peixe que criou a primeira oportunidade aos 9min com o volante Serginho, que arrancou pelo meio, mas bateu pelo alto. Oswaldo teve a ocasião mais clara do duelo no minuto seguinte, mas perdeu um ‘gol feito’ de cabeça, sozinho na pequena área, após cobrança de escanteio e escorada do companheiro de zaga, Fábio Sanches – a bola tocou o travessão.

Oswaldo perdeu de cabeça as duas melhores chances do XV no primeiro tempo; chuva castigou o gramado

A bola parada, que tantos problemas causou ao Nhô Quim, parecia ser a melhor opção de ataque no jogo contra o Santos. Porém, faltou pontaria para Oswaldo novamente aos 17min. Thiago Carleto cobrou infração pela direita e o zagueiro conseguiu concluir mais uma vez, para fora de novo. Como o Peixe tinha enorme dificuldade para sair jogando, o XV adiantou a marcação. Aos 25min, o time piracicabano desperdiçou mais uma ocasião, desta vez com Patrick, que aproveitou uma bola dividida entre Fabinho e o goleiro Vanderlei, mas isolou na hora de balançar a rede.

No futebol, há um ditado que diz: “Quem não faz, toma”. Foi exatamente o que aconteceu. Na primeira vez que Lucas Lima escapou da marcação, o Santos abriu o placar. Aos 40min, o meia seleção brasileira cobrou escanteio curto e tabelou com Zeca antes de levantar a bola na medida para o zagueiro Gustavo Henrique apenas completar de cabeça: 1×0. A jogada ‘cantada’ foi assistida de camarote pelo sistema de marcação quinzista.

TEMPORAL

As duas equipes voltaram sem modificações para o segundo tempo. A chuva que começou a cair antes do intervalo apertou e castigou o gramado do Barão da Serra Negra, situação que deixava ainda mais difícil a criação de jogadas. Mesmo com maior posse de bola, o XV não conseguia ameaçar a meta de Vanderlei. Dorival Júnior gesticulava na beira do gramado reclamando da postura recuada do Santos e perdeu a paciência aos 25min, quando colocou o ex-quinzista Paulinho no lugar de Serginho para adiantar o time.

Narciso respondeu com a troca de Henrique Santos por Diney. Depois, deu entrada para Rivaldinho no posto de Patrick. A receita do Nhô Quim para empatar nos minutos finais foi o chutão para frente – as condições do campo já não permitiam tocar a bola pelo chão. Os lançamentos, quase sempre feitos por Thiago Carleto, não deram em nada. O gol isolado de Gustavo Henrique serviu como prêmio para o esforço mínimo feito pelo Peixe e castigo pela falta de eficiência do XV na primeira etapa.

FICHA TÉCNICA

Esporte Clube XV de Piracicaba

0   XV DE PIRACICABA

Bruno Brígido; Daniel Damião (Julinho), Fábio Sanches, Heitor e Thiago Carleto; Clayton, Magal, Henrique Santos (Diney) e Aloísio; Fabinho e Patrick (Rivaldinho). Técnico: Narciso

1  SANTOS

Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato, Serginho (Paulinho) e Lucas Lima (Rafael Longuine); Gabriel (Alison) e Joel. Técnico: Dorival Júnior

Gols: Gustavo Henrique (SAN) aos 40min/1ºT| Árbitro: Alessandro Darcie | Cartões amarelos: Henrique Santos e Clayton (XV); Lucas Veríssimo e Victor Ferraz (SAN) | Público: 5.919 pagantes |  Renda: R$ 213.320,00

Voltar