fbpx
Karatê

Seleção Brasileira estreia na Liga Mundial de Karatê

Giovani Felipin, Valeria Kumizaki e Vinicius Figueira representam o país nos Emirados Árabes Unidos

Giovani Felipin, atleta da seleção brasileira de karatê
Giovani Felipin é atleta da seleção brasileira de karatê (Foto: Series A/Reprodução)

Sob o comando do técnico piracicabano Diego Spigolon, a seleção brasileira de karatê entra no tatame no próximo fim de semana pela primeira etapa da temporada 2022 da Premier League, a Liga Mundial de Karatê. O evento acontece entre os dias 18 e 20 de fevereiro, em Fujairah, nos Emirados Árabes Unidos, e terá a presença de três atletas brasileiros: Giovani Felipin (categoria +84 kg), Valeria Kumizaki (-55 kg) e Vinicius Figueira (-67 kg). De acordo com o treinador, o trio chega à competição embalado pelos resultados conquistados no início do ano.

“A expectativa é muito boa para a primeira etapa de 2022. O formato da Premier League será diferente em relação os anos anteriores: agora o limite é de 32 e não mais de 64 atletas por categoria. Além disso, o sistema de disputa não é mais de eliminatórias simples. Os atletas serão divididos em oito grupos, ou seja, cada competidor fará pelo menos três lutas. O campeão de cada chave avança para as quartas de final. É um formato interessante. Os três representantes do Brasil são muito competitivos”, avaliou Spigolon.

Giovani Felipin tentará manter nos Emirados Árabes Unidos o ótimo retrospecto em 2022. Medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Cali, em 2021, o lutador estreou na nova temporada com dois bronzes: um no Aberto de Paris e outro em Pamplona, na Espanha, pela Series A. Mais experientes, Valeria Kumizaki e Vinicius Figueira também já sabem o que é subir ao pódio neste ano. A atleta foi campeã em Pamplona, enquanto o lutador ficou com o terceiro lugar no Aberto de Paris. “Acredito que temos chances reais de brigar por medalhas”, finalizou o treinador.

Voltar