fbpx
Futebol

Ronaldo agradece Luiz Fernando e vê XV ‘muito forte’

Artilheiro disse que o goleiro mereceu o 'bicho' dobrado contra o Juventus

Ronaldo, atacante do XV de Piracicaba
Ronaldo marcou seis gols pelo XV de Piracicaba na Série A2 do Campeonato Paulista (Foto: Elcio Fabretti)

Restando três dias para a primeira partida da semifinal do Campeonato Paulista da Série A2, o XV de Piracicaba segue com a preparação em busca do sonhado acesso para a Série A1 do Estadual. No próximo sábado (13), às 19h, o Nhô Quim encara a Inter de Limeira, no estádio Major José Levy Sobrinho, casa do adversário. Quando as duas equipes se enfrentaram na primeira rodada da competição, o time piracicabano levou a melhor em Limeira, vencendo o confronto por 3×2. Na ocasião, Ronaldo marcou o primeiro gol dele pelo XV.

“Nosso time chega muito forte (para a decisão). No final de novembro, quando nos apresentamos, esperávamos esse momento, o jogo do acesso. Chegou a hora. Tivemos uma reta final (primeira fase), nos últimos quatro jogos, que não foi tão boa quanto o esperado […]. Começamos as quartas de final com um pouco de receio de quem não está no convívio do clube, o que é normal pelos últimos jogos, mas mostramos nossa força”, disse nesta quarta-feira (10) o atacante Ronaldo, artilheiro do Alvinegro com seis gols marcados.

“Agora é o melhor momento. O grupo está muito focado. A família que a gente criou continua forte e, agora ainda mais pela chegada dos novos companheiros, que se adequaram muito bem ao ambiente e ao sistema de jogo. Isso nos fortalece para concretizar o nosso objetivo na semifinal”, completou o atacante. Na última segunda-feira (8), o zagueiro Gilberto Alemão e o meia Danilo Bueno foram julgados pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) em decorrência das expulsões contra o Rio Claro, na 14ª rodada. Alemão foi advertido e Bueno absolvido. Ambos estão liberados para encarar a Inter de Limeira.

AGRADECIMENTO

Após largar atrás no marcador contra o Juventus (1×0), o XV de Piracicaba levou um susto com uma penalidade máxima marcada para o Moleque Travesso, na metade do segundo tempo da partida realizada na Rua Javari. Caso a cobrança fosse convertida, a situação se complicaria, já que uma derrota por dois gols de diferença causaria a eliminação do Nhô Quim. Foi aí que brilhou a estrela do goleiro Luiz Fernando, que com os pés, defendeu o pênalti de Potiguar.

Na sequência, o Alvinegro empatou o jogo com Macena, mantendo vivo o sonho do acesso para a elite do futebol paulista. “A primeira coisa que eu fiz foi agradecer depois do jogo e até falei que ele merecia o ‘bicho’ dobrado (risos), pois havia classificado a gente. Com toda humildade, ele (Luiz Fernando) disse que não havia nada disso, pois todos faziam parte da conquista. Mas, é bom reiterar a importante defesa que ele fez, que nos colocou onde estamos hoje”, agradeceu Ronaldo.

Voltar