fbpx
Futebol

Rodolfo brilha, XV joga bem, vence e se classifica

Centroavante dá assistência, faz golaço e Nhô Quim despacha Ituano em casa

Rodolfo, atacante do XV de Piracicaba
Rodolfo foi o nome do jogo entre XV de Piracicaba e Ituano no Barão (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

O XV de Piracicaba continua invicto, voltou a jogar bem e está matematicamente classificado para a segundo fase da Copa Paulista. Nesta sexta-feira (2), o Alvinegro fez mais uma vítima no Barão da Serra Negra e derrotou o Ituano por 2×0. O nome do jogo foi o atacante Rodolfo, que deu uma assistência para Bruninho no primeiro tempo e definiu o resultado com um golaço na etapa complementar. Com a vitória, o Nhô Quim chegou aos 21 pontos e manteve a liderança isolada do Grupo 3. Na próxima quarta-feira (7), o time piracicabano visita o Paulista, às 10h, em Jundiaí.

Rodolfo chegou aos quatro gols e igualou Romarinho na artilharia da equipe

O técnico Cléber Gaúcho surpreendeu na escalação. Desfalcado de Samuel, suspenso, o treinador fez a substituição natural ao escalar Cléber na lateral esquerda. Do meio para frente, o técnico inovou. Celsinho, lesionado, não foi o único a deixar o time titular – Barreto também perdeu a posição. Bruninho ganhou a vaga no ataque, enquanto Gilsinho foi titular pela primeira vez na Copa Paulista e ficou com a responsabilidade de ‘pensar’ o jogo. As três jogadas mais interessantes nos primeiros 30 minutos de bola rolando, entretanto, tiveram a participação de Romarinho.

De média distância, o camisa 11 cobrou falta com categoria e exigiu a primeira defesa de Diego. Na sequência, Romarinho perdeu a bola no meio de campo e deu origem ao contra-ataque do Ituano puxado por Robson, que terminou com conclusão perigosa de Wesley, à direita do gol. Romarinho também foi responsável pela resposta alvinegra aos 27min. Após jogada individual pela direita, deixando dois marcadores para trás, o atacante cruzou para a área e encontrou Rodolfo, que finalizou pressionado e errou o alvo. No papel de garçom, porém, o centroavante foi perfeito.

Aos 36min, Rodolfo recebeu de Bruninho e viu a ultrapassagem do colega de ataque. O passe entre os dois zagueiros do Ituano foi milimétrico: Bruninho ganhou na velocidade e bateu de bico, mas Diego defendeu; no rebote, a bola voltou para o próprio Bruninho, que estufou a rede: 1×0. A partir do gol, o jogo ficou mais aberto e Bruninho quase ampliou no minuto seguinte ao chutar de longe e ver como a bola desviada no zagueiro Michel quase enganou o goleiro. Rodolfo ainda teve a chance de marcar antes do intervalo em outra arrancada de Romarinho pela direita, mas não conseguiu chegar na bola rasteira.

O camisa 9 não é rápido, mas compensa a falta de velocidade com visão de jogo. Na primeira chance do segundo tempo, Rodolfo clareou o lance entre dois adversários e serviu Romarinho, que tinha total condição para marcar, mas isolou ao tentar a conclusão de primeira – o público da cativa chiou com o erro do jogador, àquela altura artilheiro isolado da equipe na competição, mas que havia desperdiçado um pênalti no último minuto da partida anterior, no empate por 1×1 contra o Bragantino. O princípio de irritação se transformou em aplauso aos 17min.

GOLAÇO

O capitão Lucas Cunha fez longo lançamento para Rodolfo, que controlou a bola quase na lateral da área. Habilidoso, o centroavante botou a bola no chão, trouxe para dentro já escapando da marcação e fuzilou, acertando o ângulo de Diego. Golaço: 2×0. Quarto gol do camisa 9 na Copa Paulista, igualando Romarinho na artilharia da equipe. Cléber Gaúcho, então, começou a mexer na equipe. O treinador tirou o nome do jogo, Rodolfo, bastante aplaudido, para colocar Rafael Gomes em campo. Gilsinho também saiu para a entrada de Barreto.

O Ituano, que veio a Piracicaba com apenas três suplentes para a linha, não tinha o que fazer. O técnico Fabrício Nunes tentou mudar o panorama do jogo com Ademir na vaga do apagado Juliano Levak, mas a bola pouco chegava ao ataque do time visitante. Precavido, Cléber Gaúcho não quis dar sopa para o azar e fechou o meio-campo do XV de Piracicaba, com o zagueiro Rodrigo, que vem treinando na função de volante, no lugar de Bruninho, também aplaudido pelos torcedores. Vitória incontestável do Nhô Quim.

FICHA TÉCNICA

Esporte Clube XV de Piracicaba

2  XV DE PIRACICABA

Mateus Pasinato; Zé Mateus, Lucas Cunha, Doni e Cléber; Maranhão, Clayton, Gilsinho (Barreto) e Bruninho (Rodrigo); Romarinho e Rodolfo (Rafael Gomes). Técnico: Cléber Gaúcho

Ituano Futebol Clube

0  ITUANO

Diego; Dener, Mateus, Michel e João Paulo; Caprioli, Rodrigo Celeste, Wesley e Robson; Renan e Juliano Levak (Ademir). Técnico: Fabrício Nunes

Gols: Bruninho (XV) aos 36mim/1ºT; Rodolfo (XV) aos 17min/2ºT| Árbitro: Kléber Canto dos Santos | Cartões amarelos: Doni, Rodolfo, Zé Mateus e Lucas Cunha (XV);  Caprioli (ITU) | Público:  1.650 pagantes| Renda: R$ 12.080,00

Voltar