fbpx
+ Esportes

Retrospectiva 2019 no esporte piracicabano

Confira, mês a mês, os fatos que marcaram a temporada em Piracicaba

*Capa: World Rafting Federation

O ano de 2019 foi repleto de emoções para o esporte piracicabano. A alegria de conquistas memoráveis, com as medalhas prata de Hernani Veríssimo, nos Jogos Pan-Americanos, e Diogo Soares, no Campeonato Mundial, contrasta com a decepção pela perda do acesso do XV de Piracicaba contra a Inter de Limeira, no último minuto, no abarrotado Barão da Serra Negra. O esporte viveu momentos marcantes, como o título memorável do rafting na Turquia, mas também deixou registros de superação, como a história de Paulo Santos, professor de filosofia que abandonou o magistrado para se dedicar ao jiu-jitsu, faturando 22 medalhas em 23 torneios na temporada. São momentos que acompanhamos juntos e queremos relembrar antes do início de um novo e apaixonante ciclo em 2020. Confira a nossa retrospectiva:

JANEIRO

Ediane Bresciani, atleta de tênis de mesa do CCP/APTM

Ediane Bresciani, mesatenista do Clube de Campo de Piracicaba (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

A mesatenista do CCP (Clube de Campo de Piracicaba), Ediane Bresciani, começou 2019 com uma notícia positiva: a atleta foi convocada para participar da seletiva para o Campeonato Pan-Americano, no Paraguai. No futebol, o XV de Piracicaba iniciou com vitória a caminhada na Série A2 do Campeonato Paulista. Jogando em Limeira, no estádio Major José Levy Sobrinho, o Nhô Quim derrotou a Inter por 3×2, com destaque para o trio de ataque: Ítalo, Ronaldo e Kadu marcaram os gols. A partida marcou a estreia oficial do técnico Tarcísio Pugliese no comando da equipe piracicabana, que também venceu a Portuguesa no duelo seguinte, por 2×0.

FEVEREIRO

Marcos Alves e Julia Alves, lutadores de kickboxing do Centro Esportivo MR/Selam

Marcos Alves e Julia Alves, lutadores de kickboxing do Centro Esportivo MR (Foto: Líder Esportes)

O mês do kickboxing. Jampa Leibholz e Isac Lucca conquistaram quatro medalhas na Copa América de Kickboxing, evento que foi realizado em Foz do Iguaçu (PR). No sub-17, Isac faturou dois ouros. No adulto, Jampa garantiu a medalha dourada na categoria 57 kg (light contact), além do bronze no kick light. O experiente Vitor Wagner, conhecido como Mangue Seco, trouxe três medalhas para casa no máster 74 kg. Os irmãos piracicabanos Marcos e Julia Alves também fizeram história, faturando o título do Ichiban Kickboxing. Fevereiro teve ainda a façanha de Leonardo Silva, 15º lugar geral na Copa do Mundo de Natural Luge, modalidade de descida em trenó que é realizada em pista de gelo natural e ao ar livre, além do vice-campeonato paulista conquistado pelo biribol na Divisão Especial. No vôlei, o trabalho de formação do Clube Cristóvão Colombo reuniu mais de 100 crianças no primeiro festival do ano. A nota polêmica veio do campo, ou melhor, fora dele: o lateral Jéfferson Feijão, do XV, foi preso após bater o carro em uma casa próxima ao estádio Barão da Serra Negra, na rua Silva Jardim.

MARÇO

Coutinho, ex-jogador do Santos

Coutinho, ex-jogador de futebol do Santos Futebol Clube (Foto: Pedro Ernesto Guerra/Divulgação)

Na primeira competição que disputou em 2019, a equipe piracicabana Heisei fechou a participação na Copa Real União de Judô com oito medalhas conquistadas, sendo duas de ouro, duas de prata e quatro de bronze. O tênis de mesa também medalhou: foram três pódios com Danielle Rauen e Jennyfer Parinos no Aberto de Lignano Sabbiadoro, na Itália, e mais três medalhas garantidas no Aberto Costa Brava, na Espanha. Março também foi o mês em que o coração de Coutinho parou de bater. Campeão do mundo com a seleção brasileira em 1962, na Copa do Chile, e terceiro maior artilheiro do Santos, com 368 gols em 457 partidas, o piracicabano foi considerado o maior parceiro do Rei do Futebol. Com Pelé, formou um ataque que ganhou 19 títulos pelo Peixe.

ABRIL

XV de Piracicaba x Inter de Limeira - Série A2 Campeonato Paulista - Semifinal - Jogo 2

XV de Piracicaba e Inter de Limeira decidiram o acesso no Paulista (Foto: Michel Lambstein/Líder Esportes)

Mês que o torcedor do XV de Piracicaba gostaria de apagar da memória: com o Barão da Serra Negra lotado, o Nhô Quim derrotava a Inter de Limeira por 2×1, mas o adversário empatou a partida nos acréscimos do segundo tempo. Nos pênaltis, o Leão foi mais eficiente, ganhou por 4×3 e conquistou a vaga na elite do futebol estadual em 2020. Abril, ao menos, foi positivo para o lutador Gedalio Lima, campeão nacional pela CBJJE (Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo). No atletismo, destaque para cinco alunos do PDB (Projeto Desporto de Base), que conquistaram sete medalhas na primeira etapa do Circuito Regional. No ciclismo, medalha de bronze conquistada por Marcos Novello na categoria madison do Campeonato Brasileiro de Pista Elite e Sub-23. O mês teve ainda um episódio lamentável: o grupo Pão de Açúcar foi condenado pela Justiça de São Paulo a pagar R$ 10 mil por uma conduta hostil praticada contra o ex-atleta da Associação de Basquetebol XV de Piracicaba, Richard Augusto, que foi perseguido por dois funcionários da segurança do supermercado, em Piracicaba, como suspeito de furto. Richard foi vítima da prática de injúria racial e de preconceito pelo fato de ser negro e estar com trajes simples, respectivamente.

MAIO

Falcão, jogador de futsal

O craque Falcão, ex-jogador de futsal da seleção brasileira (Foto: Caroline Castilho/Líder Esportes)

Maio foi o mês em que dois nomes consagrados do esporte visitaram Piracicaba. Lenda do muay thai e campeão invicto no peso leve do estádio Lumpinee, o mais importante da Tailândia, Dieselnoi Chor Thanasukarn participou de um seminário organizado pela Inside Lukas Bueno. No Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas, rolou o amistoso de futsal entre Amigos do Falcão e Loja Prudente. O placar terminou com triunfo por 13×7 para o time do maior craque da história do futebol de salão. O evento, que teve caráter beneficente, destinou parte da renda para a Casa do Bom Menino e para a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais).

JUNHO

Ascapi/Selam - Campeão Mundial de Rafting

Associação de Canoagem de Piracicaba, campeã mundial de rafting (Foto: WRF/Divulgação)

O mês de junho foi inesquecível para o esporte piracicabano, que acumulou conquistas no período. A Ascapi (Associação de Canoagem de Piracicaba) conquistou o título do Campeonato Mundial de Rafting, realizado nas águas do rio Munzur, em Tunceli, na Turquia. Mérito dos atletas Fábio Ramos, Pedro Aversa, Thiago Diniz, Thiago Serra e William Ferraz, e do técnico de Rogério Lourenção. No Campeonato Brasileiro de Velocidade na Terra 2019 (BRVT), Gustavo Favoretto sagrou-se campeão de Turismo. O atleta mirim Klaus Waller venceu a quarta edição do Santos Open de Pentatlo Moderno, evento internacional que reuniu provas de corrida, esgrima, natação e tiro laser. Com cinco representantes, a Associação Arqueria Piracicaba garantiu uma medalha de ouro, uma de prata e outra de bronze no Cavabh 2019 (Campeonato Arqueiros do Vale de Bowhunter), em São Bento do Sapucaí. O destaque foi a jovem Rebeca Fernandes, fez 1.220 pontos na categoria CFFU e conquistou a medalha dourada. A atleta Luciana Prates, nadadora do CCP, foi ouro no Circuito Paulista de Travessias Aquáticas. Para finalizar, o Dia do Desafio: pelo segundo ano consecutivo, Piracicaba enfrentou e venceu a cidade de Aracaju. A Noiva da Colina registrou a participação de 206.779 pessoas, número que representa 57% da população.

JULHO

Diogo Soares, atleta de ginástica artística da Academia Pira Olímpica (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Mês memorável para o esporte local. Pela 15ª vez, Piracicaba conquistou o título geral dos Jogos Regionais, que em 2019 completaram 63 edições, em Botucatu. A delegação piracicabana foi formada no evento por mais de 400 atletas e garantiu 18 títulos por modalidades. Na classificação final, Piracicaba somou 282 pontos contra 254 da vice-campeã Bauru. Diogo Soares foi prata nas argolas, em Gyor, na Hungria, na primeira edição do Campeonato Mundial Juvenil de Ginástica Artística. O ginasta da academia Pira Olímpica ficou atrás apenas do canadense Felix Dolci. Bárbara dos Santos, pugilista do Centro Esportivo MR, conquistou o vice-campeonato no Brasileiro Elite de Boxe. O lutador piracicabano Paulo Santos faturou o bronze no Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu Esportivo. Já a atleta Jhani Mendes trouxe para casa o cinturão da Copa Extrema de Muay Thai, ao derrotar por pontos, em decisão unânime da arbitragem, a experiente Pâmela ‘Dama de Ferro’.

AGOSTO

Hernani Veríssimo, karateca medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019

Hernani Veríssimo, lutador de karatê da Academia Sport Way (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Piracicaba brilhou novamente: o karateca Hernani Veríssimo foi medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos 2019. A conquista aconteceu em Lima, no Peru, na categoria -75 kg. O ginasta Diogo Soares voltou a impressionar: pela primeira vez competindo no Campeonato Brasileiro Adulto, o atleta foi o campeão individual geral da etapa realizada em Praia Grande. O Centro Esportivo MR também teve motivos para comemorar: no boxe, Luan Medeiros e Ramon Batagello foram campeões paulistas; no kickboxing, Marcos Alves venceu a Taça Paulo Zorello, em Brasília (DF). O Centro de Treinamento In Fight foi palco para 13ª edição do In Fight Muay Thai, com destaque para o nocaute do piracicabano Lucas Oliveira ‘Mão de Pedra’ sobre o experiente Welington Barassa. Nas pistas, a 30ª edição das 100 Milhas Piracicaba, realizada no autódromo do ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo), marcou a despedida de Dito Giannetti das competições oficiais. A Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) aproveitou a ocasião para homenagear o lendário piloto, incluindo o nome dele no ‘Hall da Fama’.

SETEMBRO

Patrícia, ala da equipe feminina de futsal do XV/Rezende (Foto: Caroline Castilho/Líder Esportes)

O mês registrou dois eventos emblemáticos na cidade: a Semana do Taekwondo, organizada pela Associação Piracicaba de Taekwondo, e os Jogos Escolares do Estado de São Paulo (Jeesp), maior competição estudantil da América Latina, que envolveu cerca de 2.500 atletas de 160 municípios paulistas. Na esfera competitiva, a Chock Dee conquistou cinco medalhas na Copa do Brasil de Kickboxing, em Maringá (PR), com o faixa preta Jampa Leibholz e o jovem Isac Lucca. Setembro foi especial também para as meninas do futsal: XV/Rezende/Selam e Guarujá fizeram a final da Copa Paulista do Interior Sub-20. Melhor para o time piracicabano, comandado pelo técnico Aílton Vieira, que ficou com o bicampeonato após vencer na prorrogação por 2×0.

OUTUBRO

A equipe do Piracicaba Rugby conquistou o título paulista da Série D (Foto: Robert Dona/Divulgação)

Mais um mês vitorioso para os piracicabanos. Natalia Brozulatto conquistou pela 12ª vez na carreira o título do Campeonato Brasileiro. A medalha de ouro foi garantida com a vitória sobre Gabriela Camargo, na final da categoria -68 kg. Natalia anulou a adversária e venceu por 9×1. Ainda no tatame, Felipe e Rafael Borges encerraram a temporada do Circuito Paulista de Jiu-Jitsu com o primeiro lugar. Nas quadras, a equipe de basquetebol em cadeira de rodas de Piracicaba, representada pela AAPP (Associação dos Amigos e Paradesportistas de Piracicaba), faturou o vice-campeonato paulista da modalidade na Série Prata. O time piracicabano Spelaion foi campeã do Petzl Rope Trip Latino América 2019, evento internacional de acesso por corda e resgate, realizado no México. Em campo, o Piracicaba Rugby comemorou o título paulista da Série D, com uma virada espetacular no segundo tempo da final contra Pindamonhangaba. Nas areias, o Clube Cristóvão Colombo realizou o 1º Open Beach Tennis CCRCC, reunindo 60 atletas.

NOVEMBRO

Elenco feminino de flag 5×5 do Piracicaba Cane Cutters (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Marcos Alves foi campeão brasileiro profissional de kickboxing e conquista do cinturão do Fight Club Den Haag, na Holanda. O kickboxing rendeu ainda três medalhas para a Chock Dee no Campeonato Sul-Americano, em Lima, no Peru. A modalidade também foi bem nos 83º Jogos Abertos do Interior, em Marília. Piracicaba foi campeã com a equipe feminina e obteve o terceiro lugar com o time masculino. Na classificação geral do evento, Piracicaba ficou em 14º lugar. Com apenas 14 anos, o piloto campineiro João Pedro Maia escreveu o nome na história da Fórmula Vee. A revelação do automobilismo conquistou em Piracicaba o título da Copa ECPA. Estreante no Troféu Assedec, em Santo André, a Academia Corpo Livre faturou o terceiro lugar na categoria B (iniciante), com o trio formado por Maria Elis Gobbo Nogueira, Gabrielle Coletti e Eleonora Carvalho. Disputando pela primeira vez a final da Conferência Caipira do Campeonato Paulista de Flag 5×5, modalidade do futebol americano, a equipe feminina do Piracicaba Cane Cutters foi derrotada pelo Hainus Piedade por 19×13 e ficou com o inédito vice-campeonato do Caipira Bowl. No futebol, uma tristeza: o São Caetano venceu a Copa Paulista. A equipe do Grande ABC empatou por 1×1 com o XV de Piracicaba, no estádio Anacleto Campanella. Como havia vencido por 3×2 no Barão da Serra Negra, o Azulão garantiu o título da competição pela primeira vez. Apesar do vice, o elenco do Nhô Quim foi recebido com aplausos pelos torcedores.

DEZEMBRO

Bruno Leme, piloto de Fórmula 1.600 da equipe Alfia Piracicaba (Foto: Marcus Pavan Fotografia)

O último mês do ano teve ritmo intenso. O piracicabano Bruno Leme sagrou-se bicampeão paulista de Fórmula 1.600 no autódromo de Interlagos, em São Paulo. Nas quadras, o XV de Piracicaba foi vice-campeão sub-21 da Liga ARB (Associação Regional de Basquete), enquanto a equipe feminina sub-20 do XV de Piracicaba/Rezende/Selam venceu o Guarujá por 3×1 e faturou o tricampeonato da Copa Paulista do Interior de Futsal, com três gols de Patrícia. A Escola Aiki Kaizen de Aikidô homenageou o jovem piracicabano Nicolas Chiarinelli Repizo como Destaque do Ano na arte marcial japonesa. O atleta mirim piracicabano Klaus Waller conquistou o terceiro lugar no 19º Campeonato Brasileiro de Pentatlo Moderno. O Troféu Corpo Livre 2019 entrou para a história da Academia Corpo Livre: o evento rendeu o total de 35 pódios para a equipe piracicabana. Foram 23 nas provas de ginástica acrobática (duplas, trios e quartetos) e 12 na ginástica rítmica (conjunto). Nas pistas, a dupla formada pelo paraciclista Marcelo Lemos Andrade e o ciclista piracicabano Marcos Novello, da equipe Green Piracicaba/Caldeirão/Selam, conquistou o vice-campeonato brasileiro de Paraciclismo de Estrada. Novello foi piloto de tandem,  atuando como guia de Andrade, que é deficiente visual. A equipe feminina de flag 5×5 do Piracicaba Cane Cutters encerrou a temporada 2019 com o inédito quarto lugar na Copa do Brasil. Fechando o ano, Piracicaba conquistou o bicampeonato da Liga Paulista de tênis de mesa no Top 16, última etapa da competição disputada no Ginásio de Esportes do Clube Cristóvão Colombo.

Voltar