fbpx
Opinião

Quando o time corresponde, a torcida comparece

Após seis jogos realizados pelo XV de Piracicaba no estádio Barão da Serra Negra na edição 2016 da Copa Paulista, o Alvinegro detém a terceira melhor média de público pagante na competição, com 2.213 torcedores por jogo, ficando atrás de Votuporanguense (2.938) e Penapolense (2.247). Se o XV chegar às fases finais, com certeza, pode terminar a competição com a maior média de público. Fazendo o levantamento de 2008 em diante, quando o XV ficou com o vice-campeonato, 2016 tem sido um dos melhores anos neste quesito. Segue a média de público pagante do XV na Copa Paulista:

  • 2008 – Média: 3.611
  • 2009 – Média: 686
  • 2010 – Média: 871
  • 2011 – Média: 667
  • 2012 – Média: 867
  • 2013 – Média: 828
  • 2014 – Média: 1.516
  • 2015 – Média: 2.388
  • 2016 – Média: 2.213 (competição em andamento)

Vale lembrar que, em 2015, o Alvinegro não passou da primeira fase e nos três jogos realizados no Barão da Serra Negra houve a promoção Futebol Sustentável – troca de ingressos por garrafas pet. Aproveitando o levantamento, vamos analisar a renda líquida do XV de Piracicaba ao término da Copa Paulista, obtida nas bilheterias do Barão da Serra Negra, após descontar todos os custos de uma partida, que giram em torno de R$ 10 mil:

  • 2008 – Total: R$ 261.764,09
  • 2009 – Total: R$ 11.744,71
  • 2010 – Total: R$ 33.647,05
  • 2011 – Total: R$ 27.252,02
  • 2012 – Total: R$ 43.061,65
  • 2013 – Total: R$ 28.282,55
  • 2014 – Total: R$ 56.518,34
  • 2015 – Total: R$ 2.391,54
  • 2016 – Total: R$ 28.685,13 (competição em andamento)

Os valores são pequenos, mas, ao menos, o XV de Piracicaba não precisa ‘pagar para jogar’, como acontece com metade das equipes que disputam a competição. Se o time vai bem, a torcida comparece e diminui o prejuízo.

Marcelo Sá é radialista e jornalista na rádio Jovem Pan News Piracicaba

Voltar