fbpx

Líder Esportes

Futebol

Potiguar quer manter boa fase em retomada, que segue indefinida

Atacante foi destaque contra EC São Bernardo e Portuguesa; FPF não define data para volta da competição

Juninho Potiguar, meia-atacante do XV de Piracicaba
O Alvinegro segue treinando para a retomada da Série A2 do Paulista (Foto: Michel Lambstein)

Reforço contratado pelo XV de Piracicaba no início de 2021, o atacante Juninho Potiguar vivia um bom momento quando a Série A2 do Campeonato Paulista foi paralisada, por conta do agravamento do quadro de Covid-19 no Estado de São Paulo. O atleta, que chegou ao Nhô Quim após passagem pelo Caxias-RS, foi titular na terceira e na quarta rodadas da primeira fase – Potiguar foi peça importante nos triunfos conquistados sobre EC São Bernardo e Portuguesa.

Na estreia como titular pelo Alvinegro, o atacante marcou, aos 20min do primeiro tempo, o gol isolado da vitória por 1×0 no Estádio Municipal Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo. Na sequência, de novo entre os 11 jogadores que iniciaram o jogo, Potiguar anotou um belo tento no estádio Barão da Serra Negra, em Piracicaba, o segundo no triunfo por 2×1 diante da Lusa. Visando manter a boa fase, o atacante garante que a dedicação continua em alta nos treinamentos.

“Os gols que fiz na competição foram importantes para mim, fruto de um trabalho que eu venho mostrando. O treinador teve a confiança de me colocar como titular e eu tive a felicidade de aproveitar muito bem. Pretendo seguir dessa forma, ajudando meus companheiros, para, assim, sairmos sempre com resultados positivos e continuarmos em busca do nosso objetivo, que é o acesso”, afirmou o jogador de 31 anos, que é natural de Natal, capital do Rio Grande do Norte.

RETOMADA

Apesar da flexibilização anunciada nesta sexta-feira (16) pelo governo estadual, a Série A2 do Paulista continua sem data para retomada. A reportagem apurou que os clubes não receberam nenhuma nova posição da FPF (Federação Paulista de Futebol) e que ainda não está agendada uma segunda reunião entre os dirigentes para debater o retorno do campeonato. No primeiro encontro, na última segunda-feira (12), clubes, sindicados e FPF discutiram apenas a necessidade de “adaptação da tabela” e de “seguir o Protocolo de Saúde estabelecido e acordado com o Ministério Público e o Governo do Estado de São Paulo para a Série A1, com adaptações às realidades dos times que participam da Série A2”.

Voltar