fbpx

Líder Esportes

Opinião

Por que tanto sofrimento?

*Capa: SE Palmeiras/Facebook

O torcedor palmeirense já percebeu que 2021 será de muitos sofrimentos. A estreia na Libertadores, nesta quarta-feira (21), diante do modestíssimo Universitário-PER, mostrou isso. Mesmo contra uma equipe muito fraca e que deverá ser o saco de pancadas do Grupo A, o time paulista sofreu mais do que o necessário para vencer. Os 3×2 valeram pelos três pontos, mas a produção do Palmeiras realmente não foi digna do atual campeão da América.

A insistência por colocar o time com três zagueiros vai contra a essência do nosso futebol. Embora Abel Ferreira diga que esse sistema não é defensivo – pelo contrário, é ofensivo por que libera os alas -, o jogador brasileiro, a crônica e a torcida nunca gostaram dessa forma de atuar. Mesmo quando o Palmeiras teve Alan Empereur expulso, o treinador português não abriu mão do 3-5-2. Colocou o novato Renan e manteve o sistema. Por sorte, o mesmo Renan marcou o gol da vitória, já nos acréscimos, em uma fulminante cabeçada após escanteio de Gustavo Scarpa.

Após a sofrida vitória, a pergunta que fica é: precisava sofrer tanto? A forma com que o Palmeiras joga hoje, somente no contra-ataque, chega a irritar o torcedor alviverde. Diante de um rival muito fraco, esperava-se mais: o comando da partida e muitos gols, mesmo fora de casa. O Verdão tem margem para jogar um melhor futebol. Não se pode admitir que um clube com a qualidade que tem em seu elenco, atue somente na base do contra-ataque. Tem time para tocar mais a bola, trabalhar mais no setor de meio de campo e ir ao campo adversário com a bola no pé.

O Palmeiras volta a campo na próxima quinta-feira (29), diante do Independiente Del Valle-EQU. Se Abel mantiver a mesma forma de jogar contra os equatorianos, talvez esse sistema reativo seja mais eficiente. No Allianz Parque, o Alviverde pode render melhor por que o Del Valle gosta de atacar, o que deve permitir espaços para o contra-ataque.

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportiva

Voltar