fbpx

Líder Esportes

Futebol

Piza destaca grupo; lesão de Cunha é confirmada

Técnico volta a desabafar após classificação; meia sofre ruptura total de tendão

Evaristo Piza, técnico do XV de Piracicaba
Piza destacou o poder de reação do grupo: 'Eu sempre acreditei', garantiu (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

O empate sem gols com o São Bernardo, aliado ao tropeço do Sertãozinho contra a Portuguesa, garantiu ao XV de Piracicaba uma das quatro vagas para a semifinal do Campeonato Paulista da Série A2. A arrancada do Alvinegro nas últimas seis partidas (quatro vitórias e dois empates) foi determinante para a classificação. “Falei para os jogadores antes do jogo e durante a semana que existiram várias situações que deixaram dúvidas. A preleção antes da partida foi bem ponderada, mas clara. Após o jogo em Sertãozinho, todos julgaram a capacidade da equipe, da montagem, das indicações, um time velho e cansado”, desabafou o técnico Evaristo Piza.

Duo Imóveis

“Eu falei para o grupo que sempre acreditei, nunca deixei de acreditar e sempre trabalhei. Esse time deixou de ser velho e passou a ser experiente. Isso me dava o conforto de estar seguro em uma partida decisiva como foi. Mérito deles (atletas), que conseguiram absorver várias coisas, porque foi um campeonato bem equilibrado. Nas últimas 12 partidas só perdemos uma, mas as goleadas deixaram uma mancha que está difícil de ser apagada. Acredito que agora, com a classificação, da maneira que foi e com a recuperação, conseguimos fazer com que nossos torcedores vibrassem, cantassem e voltassem a acreditar”, complementou o treinador.

O Nhô Quim decidirá o acesso para a Série A1 em dois jogos contra o Guarani. A definição das datas e horários acontece nesta terça-feira (27), às 11h30, em conselho técnico na sede da FPF (Federação Paulista de Futebol), em São Paulo. Além do título e acesso, as equipes ainda brigam por uma premiação em dinheiro, de acordo com a classificação final. O campeão receberá R$ 280 mil e o vice R$ 170 mil, enquanto o terceiro e quarto colocados receberão R$ 120 mil e R$ 110 mil, respectivamente.

LESIONADOS

Com pouco tempo para recuperar os atletas lesionados para o jogo contra o Guarani, o XV de Piracicaba inicia a semana com o departamento médico cheio. O goleiro Samuel Pires, o zagueiro Vinícius Simon, o volante Fraga e o meia Norton ainda se recuperam de dores musculares e seguem como dúvidas para o jogo. O zagueiro Doni, com entorse no joelho, também não tem presença confirmada na decisão. O volante Jonathan Costa, que deixou o campo contra o São Bernardo com cãibras, está liberado.

A pior notícia é o meia André Cunha, que está fora do restante da competição. O jogador recebeu a confirmação da ruptura total do tendão de Aquiles da perna esquerda e passará por cirurgia nesta quarta-feira (28). O prazo estimado para a recuperação varia entre três e cinco meses, mas pode ser abreviado conforme a evolução do tratamento.

Voltar