fbpx

Líder Esportes

Kickboxing

Piracicabanos buscam título estadual em Cubatão

Company Top Fight viaja com 36 atletas para o evento deste fim de semana

Wilson Teodoro, treinador da Company Top Fight
Wilson Teodoro, durante treinamento realizado na Company Top Fight (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Em busca da hegemonia estadual, a equipe piracicabana Company Top Fight embarca na madrugada deste sábado (7) para Cubatão, cidade que será palco para a 27ª edição do Campeonato Paulista de Kickboxing nas modalidades de ringue e tatame. O grupo comandado pelo treinador Wilson Teodoro viaja com 36 atletas, três árbitros e um único objetivo a ser alcançado no Ginásio de Esportes Ayrton Romero da Nóbrega: trazer para Piracicaba o título de campeão geral do torneio.

O Paulista é o segundo evento do ano para o grupo, que estreou na Copa Tatame

“Nós estamos preparados e vamos brigar por uma boa colocação no Paulista. A competição abre uma série de eventos que planejamos disputar, como o Campeonato Brasileiro e, depois, o Pan-Americano de Cancún e a seletiva para o Open de Istambul. Vamos tentar levar alguns atletas para a Turquia, mas, o primeiro passo é o Campeonato Paulista”, afirmou o técnico piracicabano. Segundo Teodoro, a competição estadual servirá também para testar a performance da equipe.

“O nosso trabalho é voltado para vencer sempre. Nós treinamos para ser referência, seja no Campeonato Paulista ou na Copa do Brasil. Há algumas modalidades que priorizamos, como o low kicks, que é o nosso padrão em competições como os Jogos Abertos do Interior ou ainda o K1, para os profissionais. Além disso, há o trabalho feito no kick light, que é uma modalidade em que iniciamos o desenvolvimento para a ‘molecada’. A expectativa é positiva”, disse o treinador.

JUVENTUDE

Em relação aos 36 atletas que irão disputar o Paulista em Cubatão, Wilson Teodoro citou a juventude como uma das características do grupo. “É um pessoal mais novo (que irá viajar). Em 2018, nós vamos trabalhar mais com formação e iniciar alguns atletas nas competições. Os lutadores mais experientes devem lutar no K1, estão mais focados agora no circuito profissional. Neste ano, queremos colocar o maior numero de lutadores no WGP e buscar cinturões para Piracicaba”, avaliou.

O Paulista é a segunda competição da temporada para o grupo, que estreou na Copa Tatame, realizada em fevereiro, em Piracicaba. A estratégia para o Estadual, de acordo com Teodoro, será repetida. “Os meninos estão treinando muito a questão técnica. Estamos reciclando os nossos atletas em relação às regras, o que faz enorme diferença. A metodologia nossa é não deixar que os lutadores subam ao ringue com dúvidas. Eles precisam conhecer a pontuação. Vamos trabalhar com volume para desgastar os adversários”, finalizou.

Voltar