fbpx

Líder Esportes

Muay Thai

Piracicabana vai disputar cinturão da Copa Extrema

Duelo de irmãs é 'adiado' e Jhani Mendes vence seletiva na categoria 55 kg

Jhani Mendes e Joice Mendes, lutadoras de muay thai da equipe In Fight
Jhani e Joice são atletas da equipe comandada pelo treinador Régis Muay Thai (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

O provável duelo entre as irmãs Joice e Jhani Mendes, que poderia ter sido realizado no último domingo (17), pela seletiva para a Copa Extrema, não aconteceu. No primeiro evento do ano para a dupla, que representa a equipe piracicabana In Fight, comandada pelo treinador Luis Reginaldo Pezzato, o Régis Muay Thai, quem se deu melhor foi a ‘caçula’: Jhani deu show, venceu a seletiva e ganhou o direito de disputar o cinturão da categoria 55 kg, em julho, contra a experiente Pâmela ‘Dama de Ferro’.

Para Joice, o fim de semana não saiu conforme o planejado. Segundo Régis, o fator peso interferiu no desempenho da lutadora. “Ela precisou perder 5 kg para lutar, mas acabou se sentindo frágil e, como a pesagem foi no mesmo dia do evento, acabou não lutando bem”, afirmou o treinador, que enalteceu a vitória de Jhani. “Foi uma atuação muito boa. A Jhani deu show, se consagrou campeã da seletiva e agora vai em busca do cinturão”, complementou.

CALENDÁRIO

O próximo compromisso está agendado para o dia 16 de março, quando será realizado o In Fight Muay Thai Piracicaba, promovido pela própria equipe. “A ideia é fazer o melhor da região, com lutadores de renome no muay thai. A programação terá a pesagem na véspera, em frente à Academia Diferencial, com DJ, fotos e luzes. Pensando no lado dos atletas, eles terão um dia para se recuperar da perda de peso. Já começamos o trabalho pensando no próximo mês”, disse Régis.

Na competição ‘em casa’, o treinador quer as duas irmãs novamente brigando pelo título. “Elas estão treinando muito bem, o trabalho que estamos desenvolvendo com elas vem dando resultados. Porém, sabemos que as lutas funcionam assim: um dia a gente ganha, no outro pode ocorrer uma derrota. É lógico que nós trabalhamos sempre para ganhar. Na seletiva, sabíamos que uma das duas seria a campeã, apesar de que elas não chegaram a se enfrentar”, finalizou.

Voltar