fbpx
Muay Thai

Piracicabana encerra ‘maratona’ em Guararapes

Joyce Franca equilibrou a luta contra rival experiente, mas acabou derrotada

Joyce Franca x Nayara Macedo - 2º Guararapes Fight
Joyce Franca enfrentou Nayara Macedo em combate realizado no último fim de semana (Foto: Arquivo Pessoal)

A maratona de competições que a atleta piracicabana Joyce Franca enfrentou em 60 dias terminou no último sábado (4), com a disputa do cinturão da categoria -50 kg, válido pelo 2º Guararapes Fight Muay Thai. No card principal do evento, a atleta da equipe Inside Lukas Bueno acabou superada pela lutadora Nayara Macedo, atual campeã brasileira de kickboxing e campeã nacional de muay thai. O duelo acabou no quarto round e teve como fator decisivo o menor desgaste físico de Nayara Macedo.

Apesar do revés, o técnico Lukas Bueno elogiou a performance de Joyce Franca. “Ninguém gosta de perder, mas voltamos para casa satisfeitos com a postura dela. A Joyce foi guerreira, lutou bem e perdeu pelo cansaço. Ela fez quatro lutas em dois meses e, além disso, enfrentou uma atleta que é mais experiente e tem uma carreira vitoriosa. No quarto round, ela começou bem e caiu de rendimento, era questão de tempo. Agora é descansar para dar sequência ao planejamento”, disse o treinador.

DESCANSO

O descanso prometido pelo técnico chega em boa hora para a atleta. De junho para cá, Joyce Franca participou de quatro eventos. O primeiro foi a Copa Extrema de Muay Thai, em Minas Gerais, quando uma lesão sofrida no terceiro round interrompeu o combate contra Paula Fernandes, pela categoria -52 kg. Duas semanas depois, a piracicabana participou do Fight Challenge, em Cambuí (MG), e estreou na categoria -48 kg com uma derrota para Gisele Oliveira por decisão dividida.

Uma semana antes do Guararapes Fight, a atleta participou em Bragança Paulista do Campeonato Paulista de Muay Thai. Na categoria avançado (-52 kg), Joyce Franca foi bastante prejudicada pela arbitragem. A derrota levantou polêmica e a organização do evento concedeu uma medalha de ouro, em uma tentativa de corrigir o resultado oficial. Em 2018, a piracicabana deve realizar mais duas lutas: o Inside Rock e o Campeonato Brasileiro de Muay Thai. “Nosso objetivo era realizar dez lutas no ano e já fizemos oito. A Joyce precisa dessa pausa”, completou Lukas Bueno.

Voltar