fbpx
Atletismo

Piracicaba sedia etapa do Circuito Regional de Atletismo

Evento acontece no próximo sábado (31) na pista do Barão da Serra Negra

O Circuito Regional de Atletismo será realizado na pista do Estádio Municipal Barão da Serra Negra (Foto: Líder Esportes)

O Estádio Municipal Barão da Serra Negra recebe no próximo sábado (31) a etapa local do Circuito Regional de Atletismo – ARA 2019. A competição é realizada pelo Caldeirão Futebol Clube e conta com o apoio da Prefeitura de Piracicaba, por meio da Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras). A programação começa às 8h e tem previsão de encerramento para as 13h, com provas que variam de acordo com a faixa etária dos participantes. As inscrições podem ser feitas via WhatsApp (19) 99818-4558 ou pelo e-mail rodrigoaweber@gmail.com.

De acordo com a organização, cerca de 400 pessoas já confirmaram presença no evento, que além de Piracicaba, terá representantes de Bauru, Cabreúva, Campinas, Capivari, Indaiatuba, Jaú, Jundiaí, Limeira, Lucianópolis, Mogi Guaçu, Mombuca, Pederneiras, Santa Bárbara d’Oeste, São João da Boa Vista, Sumaré, Tupã e Valinhos. Anfitriã, Piracicaba terá aproximadamente 100 competidores vinculados ao projeto Pira 2024/Atletismo, desenvolvido pelo Caldeirão em conjunto com a Selam.

“É uma porta de entrada para o atletismo quando pensamos regionalmente. A maioria das equipes é pequena e não federada. Ao longo do ano, ocorrem etapas em diferentes cidades, oportunizando assim a vivência competitiva”, informou o treinador Rodrigo Weber, responsável pela coordenação e gestão de projetos. “Essa vivência que o evento traz é muito importante para motivar os alunos a continuarem praticando e se envolvendo no mundo competitivo”, disse.

De acordo com Weber, a estratégia é formar um ‘círculo’ para alimentar a equipe principal da cidade em eventos oficiais, como os Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior. “Uma característica importante do Circuito Regional de Atletismo é que se trata de um evento viabilizado integralmente pelo voluntariado dos atletas mais velhos, que participam da competição também como atletas, mas fundamentalmente como árbitros das provas. São peças fundamentais”, finalizou o gestor.

Voltar