fbpx
Lutas

Piracicaba sedia 40º Brasileiro de Luta de Braço

Evento acontece dia 28 de julho no Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas

40º Campeonato Brasileiro de Luta de Braço
As lutas de braço não têm limite de tempo: vence quem desdobrar o braço adversário (Foto: Divulgação)

Piracicaba recebe no dia 28 de julho (sábado) a 40ª edição do Campeonato Brasileiro de Luta de Braço. O evento, que deve reunir 350 atletas, começa às 10h no Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas. A entrada é gratuita. A competição será dividida nas categorias sub-18, sub-21, sênior, máster 1, máster 2 e ACD (Atletas Com Deficiência). “A modalidade vem crescendo de maneira significativa no cenário nacional e internacional”, afirmou Paulo Sabioni, presidente da Confederação Brasileira de Luta de Braço e Halterofilismo.

A programação oficial terá início no dia 27 (sexta-feira), com a pesagem dos atletas das 18h às 21h. O evento, que seria realizado em maio, mas acabou adiado devido à greve dos caminhoneiros, conta com apoio da Prefeitura de Piracicaba, via Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras). Conhecida como braço de ferro ou queda de braço, a luta de braço é uma atividade esportiva em que dois atletas, com um dos cotovelos apoiados sobre superfície horizontal, enlaçam as mãos aplicando força muscular. O objetivo é fazer o adversário desdobrar o braço.

A partir da década de 1950, a luta de braço começou a se popularizar no Brasil. Em 1977, a modalidade se oficializou no país, porém, apenas em 1994 foi fundada a Confederação Brasileira de Luta de Braço. As regras do esporte são simples: os competidores devem apoiar os cotovelos em uma mesa padronizada, com o braço desnudo. Compete-se com o braço direito ou esquerdo. Os polegares devem ficar unidos e entrelaçados, e a mão livre segurar um pino lateral. Braços e pulsos devem estar inicialmente alinhados. Não há limite de tempo para cada luta.

Voltar