fbpx
Kickboxing

Piracicaba recebe estrelas do kickboxing mundial

Campeões da modalidade participam do Exame Nacional neste fim de semana

Felipe Micheletti, campeão do WGP
Felipe Micheletti é campeão mundial, do WGP e atualmente disputa o Glory (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

A CBKB (Confederação Brasileiro de Kickboxing) realiza neste fim de semana, em Piracicaba, o Exame Nacional e Curso de Arbitragem. A atividade contará com as presenças de sete campeões do WGP, principal evento da modalidade na América Latina: Bruno Gazeni, Cesinha Almeida, Diego Piovesan, Hector Santiago e Paulo Tebar, além de Alex Pereira e Felipe Micheletti, estrelas do Glory, a maior competição de kickboxing do mundo. Marcos Pezão, atleta do UFC com história ligada à luta em pé, e o tetracampeão mundial Deucélio Rodrigues também estão confirmados.

A programação terá início nesta sexta-feira (7), na sede do CT WAKO Panam (Centro de Treinamento da Confederação Pan-Americana). O evento, com duração de três dias, terá seminários técnicos com a participação dos atletas convidados. No sábado (8), acontecem as duas primeiras etapas do curso teórico de arbitragem de kickboxing seguindo as regras da WAKO (World Association of Kickboxing Organizations), entidade que regulamenta e rege a modalidade no mundo, com a presença de diretor nacional Nelson Vidal e diretores do departamento.

O dia conta ainda como o Exame de Faixa Preta, novamente com a presença dos campeões do WGP. Já no domingo (9), terá prosseguimento o curso de arbitragem, com a parte prática. O evento acontece anualmente e se divide em três dias de capacitação para árbitros, atletas e professores, promovendo o desenvolvimento da modalidade. O encerramento está previsto para as 14h, com a realização da prova teórica. A atividade poderá ser acompanhada gratuitamente pelo público interessado.

RECONHECIMENTO

O kickboxing mundial deu um importante passo na última semana. Após 20 anos, a WAKO foi reconhecida pelo Comitê Olímpico Internacional na convenção anual realizada pelo COI. Em 2018, o encontro aconteceu em Tóquio, no Japão, sede dos Jogos Olímpicos de 2020. A entidade agora é oficialmente a única representante da modalidade. A conquista ainda não representa a inserção do kickboxing como modalidade olímpica, mas encaminha a presença do esporte na programação do COI.

Voltar