fbpx
Kickboxing

Piracicaba fecha Nacional com bom desempenho

Atletas da cidade conquistaram 16 medalhas no certame realizado em Maringá

Ana Flávia Almeida, atleta de kickboxing da Company Top Fight
Ana Flávia garantiu a medalha de ouro na categoria K1 no Campeonato Brasileiro (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

O kickboxing de Piracicaba conquistou 16 medalhas no Campeonato Brasileiro da modalidade, que em 2018 completou 28ª edição na categoria adulto e ao 22º torneio sub-17. A competição foi organizada pela CBKB (Confederação Brasileira de Kickboxing) e terminou neste domingo (8) na Vila Olímpica Valdir Pinheiro, em Maringá (PR). Na classificação geral por estados, o título ficou com o Rio de Janeiro, enquanto o Paraná ficou com a segunda colocação. O Estado de São Paulo encerrou a participação em terceiro lugar.

“A participação foi muito positiva, trouxemos um bom resultado”, elogiou o atleta Jhonatan Teodoro. “A equipe foi renovada, tivemos atletas estreantes e que buscavam uma reciclagem no Brasileiro. Para nós, foi uma bateria muito interessante para avaliar como o pessoal está se movimentando, ter um parâmetro do trabalho que vem sendo feito”, avaliou o treinador Wilson Teodoro, responsável pelo desenvolvimento do trabalho realizado na academia Company Top Fight.

Em Maringá, Ana Flávia (-56 kg), Hellen Ferrari (+70 kg) e Edjeferson da Silva (-75 kg) colocaram Piracicaba no lugar mais alto do pódio nas categorias K1, point fight e full contact, respectivamente. Edjeferson ainda garantiu o ouro no kick kight. Rodrigo Rondina (-75 kg) ficou com a segunda lugar colocação no low kicks, mesma posição alcançada por Vitor Wagner Mangue (-74 kg) nas categorias kick light, point fight e light contact. Julia Marques (-56 kg) e Richard Romero (-57 kg) ficaram com o bronze no light contact e no K1. Julia também foi prata no low kicks.

Jampa Leibholz, lutador da academia Chock Dee

Jampa Leibholz medalhou nas três competições que disputou em Maringá (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

Além deles, dois lutadores da Chock Dee contribuíram para o bom rendimento piracicabano no Paraná. O jovem Isac Lucca (-52 kg) conquistou o ouro nas duas categorias que participou: light contact e kick light. Já o experiente Jampa Leibholz (-57 kg) participou de três competições e chegou ao pódio em todas. Ele foi vice-campeão no light contact e campeão no kick light, modalidades disputadas no tatame, e também garantiu a medalha de ouro no full contact, disputado no ringue.

“Estou muito feliz. Essa conquista teve sabor especial pelo que significou e pela dificuldade que eu tive. Não me preparei como eu gostaria, perdi 8 kg em uma semana de sofrimento, mas o choro valeu a pena. Agradeço a todas as pessoas que me ajudaram, em especial ao Jhonatan, que foi o meu córner, e ao meu treinador Wilson Teodoro, que ajudou a melhorar a qualidade técnica e assim conseguir resultados em modalidades que eu não priorizava”, elogiou Jampa, que tem apoio da Gato Preto Cross-Fit e da Company Top Fight.

Voltar