fbpx
Tênis de Mesa

Piracicaba estreia com vitória na Liga Paulista

Destaque da equipe, Ediane Bresciani venceu as duas categorias que jogou

Ediane Bresciani, atleta de tênis de mesa do CCP/APTM
Ediane foi o 'nome' da primeira etapa da Liga Paulista: título em duas categorias (Foto: Líder Esportes)

Piracicaba começou a Liga Paulista 2016 da mesma forma que terminou o ano passado: vencendo. Na etapa de abertura da temporada, realizada no último sábado (27), no Centro Cultural e Recreativo Cristóvão Colombo, a equipe da Selam (Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Atividades Motoras) somou  17.387 pontos, seguida por Santa Bárbara d’Oeste, segunda colocada com 13.074 pontos, e Araras, terceira com 10.390 pontos. Ao todo, 11 cidades participaram da competição.

A delegação piracicabana – representada na Liga Paulista por atletas de CCP/APTM/ETEC/Selam/Liceu e Fran TT/Café Morro Grande – conquistou dez títulos por categoria e, de quebra, faturou o Troféu Eficiência, dado para a equipe que mais fizer pontos em cada etapa. “Fizemos o dever de casa. A Liga Paulista é um excelente treinamento para os atletas mais fortes, para eles pegarem ritmo de jogo. Já para os mais novos, é um grande desafio. Vamos lutar para continuar sempre vencendo”, destacou o treinador Fábio Lopes.

DOSE DUPLA

O maior destaque da equipe piracicabana foi Ediane Bresciani, que venceu as duas categorias que disputou. A atleta do CCP/APTM, que em 2016 recebe subvenção da Lei Pelé por meio da CBC (Confederação Brasileira de Clubes), foi medalha de ouro nas divisões adulto e rating A feminino. Já o estreante Danilo Rolim começou bem a temporada ao faturar o título da classe juvenil 2 masculino. Além deles, a Selam foi campeã da Liga Paulista com os seguintes mesatenistas: Mayara Defavari (campeã mirim), Manuela Godoy (infantil), Djalma Nakashima (mirim 1), Leonardo Poloni (infantil 2), João Largueza (adulto), Carlos Tavares (máster) e Marcos Takaki (especial).

Voltar