fbpx
Futebol Americano

Piracicaba Cane Cutters realiza Flag Experience

A atividade acontece no dia 29 de fevereiro no campus Taquaral da Unimep

A equipe piracicabana aguarda a divulgação do calendário do Campeonato Paulista de Flag 5x5

Com o objetivo de tornar o futebol americano ainda mais popular na cidade, a equipe feminina de flag football 5×5 do Piracicaba Cane Cutters organiza o Flag Experience, que acontece no dia 29 de fevereiro, às 14h, no campus Taquaral da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba). O evento é destinado a meninas com idade a partir dos 14 anos. Para a atividade, a organização recomenda o uso de roupas para a prática esportiva, tênis ou chuteira, além de protetor solar e água. Não é necessário fazer inscrição prévia.

“Será um evento para convidar as mulheres para conhecerem o esporte não apenas de forma passageira, mas efetiva. O Flag Experience será o primeiro contato para perder aquele preconceito e discriminação em relação ao esporte. Muitas vezes, ele (futebol americano) é mal interpretado, então a nossa ideia é provar que a modalidade pode sim estar presente na vida de qualquer pessoa, seja ela mais nova ou mais experiente”, destacou o head coach da equipe, Caio Parussulo.

Criada em julho de 2014, a equipe feminina quer recrutar novas integrantes para a temporada. “Nós queremos que seja um evento grande, que as participantes saiam de lá extremamente felizes com o esporte e que futuramente elas possam continuar com a gente, fazer parte da nossa família, na parte competitiva ou não. A nossa ideia é conseguir pessoas que estejam dentro da nossa equipe treinando e ajudando para que, em pouco tempo, possamos nos tornar a melhor e a maior equipe do Brasil”, disse o treinador.

CALENDÁRIO

A equipe piracicabana já retomou as atividades e aguarda a divulgação do calendário do Campeonato Paulista de Flag 5×5 pela APFA (Associação Paulista de Futebol Americano). A previsão de início é para o mês de abril. “Nós tivemos quatro semanas de treinos técnicos e de posição, e um dia de testes físicos para futuramente fazer uma comparação. Sempre começamos como ‘zebras’, mas neste ano iniciamos como a quarta melhor equipe do Brasil, então é um pouco diferente, querendo ou não estamos em um degrau acima do ano passado e redobramos a atenção para fazer uma excelente temporada”, finalizou Parussulo.

Voltar