fbpx
Atletismo

Pinheiros é hepta; Erik fatura pódio no Troféu Brasil

Piracicabano, que tem índice para o Mundial, é bronze nos 100 m e ouro no revezamento

Rodrigo, Felipe Bardi e Erik Cardoso, o pódio dos 100 m (Foto: Wagner Carmo/CBAt)
Rodrigo, Felipe Bardi e Erik Cardoso: o pódio dos 100 m (Foto: Wagner Carmo/CBAt)

O Esporte Clube Pinheiros é o campeão do Troféu Brasil de Atletismo. O título foi conquistado no último sábado (25), com 435 pontos. A equipe da capital paulista também foi campeã geral no masculino (195,5 pontos) e no feminino (239,5). Esse é o sétimo título consecutivo do clube de São Paulo na competição, que em 2022 foi realizada no Estádio Olímpico Nilton Santos, no Rio de Janeiro. A Orcampi foi a segunda colocada na classificação geral (167 pontos), enquanto a UCA, de Santa Catarina, ficou com a terceira posição. Na disputa por Estados, São Paulo venceu ao somar o total de 39 medalhas (12 de ouro, 14 de prata e 13 de bronze).

Nesta temporada, o Troféu Brasil de Atletismo recebeu a inscrição de 755 atletas, representantes de 123 clubes. Velocista do Sesi-SP, o piracicabano Erik Cardoso conquistou a medalha de bronze na prova dos 100 metros e foi campeão no revezamento 4×100 m. “É a primeira medalha da minha vida na prova dos 100 metros nessa competição”, falou Erik, que chegou ao pódio com a marca de 10s26. O colega de equipe, Felipe Bardi, foi o campeão e Rodrigo do Nascimento conquistou a prata. Ambos fecharam a prova com o tempo de 10s13, mas Bardi levou vantagem por cinco milésimos.

“Era um título que não tinha. Sou campeão sul-americano, mas não era brasileiro. Fiquei feliz também com a forma como venci. Terminei a prova totalmente desequilibrado e não sei como não caí”, falou o velocista ao site da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). Felipe Bardi, Rodrigo do Nascimento e Erik Cardoso estão classificados para o Mundial de Oregon, nos Estados Unidos. Os três possuem índice para a 18ª edição do evento, que será disputado entre os dias 15 e 24 de julho.

Voltar