fbpx
Kickboxing

Piacentini inicia temporada em fase de transição

Atleta piracicabano quer conciliar lutas com dedicação à carreira de treinador

Gustavo Piacentini, lutador de kickboxing
Gustavo Piacentini está de volta à rotina de treinamentos para 2020 (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

Ainda sem saber quais competições disputará em 2020, o lutador piracicabano Gustavo Piacentini está de volta à rotina de treinamentos. O atleta, que terminou 2019 com medalha de prata nos Jogos Abertos, detém currículo vitorioso no kickboxing: são mais de 70 vitórias, número que inclui seis títulos nos Abertos, o tetracampeonato brasileiro e da Copa do Brasil, além dos cinturões brasileiro (profissional) e pan-americano. Sem agenda definida, Piacentini foca nos treinos para alcançar a melhor condição física e técnica.

“Ainda não tenho proposta para lutar neste ano, ainda está cedo para isso. As propostas começam surgir no fim deste mês ou no começo de fevereiro, mas ainda não tenho nada certo para a temporada. Apesar de não saber quando será a primeira luta, já voltei com a rotina de dois treinamentos diários, até mesmo nas férias não fiquei parado, fiz algumas atividades, e logo estarei de volta ao alto nível”, destacou Piacentini.

O desejo de continuar se dedicando à carreira de treinador também está entre os objetivos do lutador para 2020. Atualmente, o piracicabano é professor no projeto social Lutando para Vencer, aprovado via chamamento público e promovido pelo Centro Esportivo MR, em conjunto com a Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Físicas), que oferece aulas gratuitas de kickboxing para crianças e adolescentes.

“Por enquanto, vou trabalhar nessa transição. Eu gosto de ser muito cauteloso com as minhas decisões e não acho prudente abandonar de vez a carreira como atleta para começar do zero a carreira de treinador. Já estou preparando os meus alunos e vou tentar conciliar o tempo, conforme for colocando os alunos para participar de algumas lutas”, finalizou Piacentini.

Voltar