fbpx
Ginástica Artística

Pan define últimas vagas para os Jogos Olímpicos

Evento será realizado em junho, no Rio de Janeiro; piracicabano deve participar

Campeonato Pan-Americano de Ginástica 2021
O Campeonato Pan-Americano de Ginástica definirá vagas para os Jogos Olímpicos (Foto: Ricardo Bufolin/CBG)

Última oportunidade para o Brasil carimbar vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio, o Campeonato Pan-Americano de Ginástica será realizado no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro. A competição de ginástica artística acontece entre os dias 4 e 6 de junho, enquanto as provas de ginástica rítmica e de trampolim estão agendadas para os dias 11, 12 e 13. O ginasta piracicabano Diogo Soares, treinado pelo técnico Daniel Biscalchin, deve participar do evento.

Na ginástica artística, o Brasil está garantido na Olimpíada com a atleta Flávia Saraiva, no feminino, e com a equipe masculina, formada por quatro ginastas. Mais dois atletas podem se classificar na modalidade. Na ginástica rítmica, Bárbara Domingos e Natália Gaudio, que disputaram o Mundial de 2019, no Azerbaijão, brigam pela classificação. Inicialmente, o Pan seria realizado nos Estados Unidos, mas a USA Gymnastics abriu mão do evento. Em janeiro, o campeonato foi confirmado no Brasil.

CRITÉRIOS

Devido à pandemia da Covid-19, a realização do evento não está 100% assegurada. Restando menos de um mês para o início do Pan-Americano, a Federação Internacional de Ginástica (FIG) informou que, em caso de cancelamento do torneio, vai distribuir as vagas destinadas ao continente utilizando o Mundial de 2019 como referência. Assim, o Brasil teria classificadas mais duas atletas para as Olimpíadas: Thais Fidelis (ginástica artística) e Bárbara Domingos (ginástica rítmica).

“Ao longo de um ano de pandemia […] nós aprendemos muito e hoje contamos com protocolos sanitários cada vez melhores. Realizamos com sucesso diversas ações, como a Missão Europa, em Portugal, e os estágios de treinamento presenciais com atletas das categorias adultas e de base. Desenvolvemos uma logística para que o Pan transcorra com a maior segurança sanitária”, afirmou em nota o coordenador geral e de eventos da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), Henrique Motta.

*Informações: Agência Brasil

Voltar