fbpx
Opinião

O primeiro objetivo foi alcançado

*Capa: Mauricio Bento/Líder Esportes

O XV de Piracicaba avançou de fase na Copa Paulista e assim, alcançou seu primeiro objetivo. Mesmo com todas as dificuldades encontradas, o Alvinegro segue em busca do bicampeonato na competição. Está longe de ser o favorito ao título, já que outros times possuem desempenho e números melhores. Entre eles estão o São Caetano, com apenas três gols sofridos e ainda invicto no campeonato; o Ituano, dono do melhor ataque com 25 gols marcados em 12 jogos; a Ferroviária, que tem um bom time e já demonstrou superioridade sobre o XV; o Taubaté e o Atibaia que brigaram pela liderança em seus grupos; além do próprio Red Bull, que se não bastasse o poder financeiro, melhorou com a chegada do experiente treinador Antônio Carlos Zago.

Com Cléber Gaúcho, o Alvinegro evoluiu na Copa Paulista. A derrota em casa para o Rio Claro só comprova o que estamos falando desde a fase de preparação da equipe. O XV tem um elenco limitado e sentiria mais dificuldades quando o time titular precisasse ser mexido. O ataque foi alterado e sem Romarinho e Lucas Formiga, poupados, o Nhô Quim não levou perigo a meta do Galo Azul. A escalação contou com cinco atletas sem ritmo de jogo – Luiz Fernando, Calebe, Vinícius Simon, Doni e Kaio Lucas. A oportunidade para rodar o elenco era justamente essa. Não devemos usar esse jogo como parâmetro para o time titular.

Apenas dois reforços chegaram para o restante do campeonato. O lateral-esquerdo Radar foi titular em praticamente toda a temporada de 2018 pelo Confiança-SE. Deve adquirir ritmo de jogo rapidamente, já que estava jogando até agosto. O atacante Erik é piracicabano e sabe o que o clube representa. Tem uma boa média de gols marcados pelo Desportivo Brasil, praticamente 0,5 gol por jogo. Além das 26 inscrições em uma lista principal, o Alvinegro tem mais 22 jogadores inscritos como atletas de base.

Como o prazo para substituir nomes da lista termina na próxima sexta-feira (28), o clube precisa decidir se inscreverá ou não André Cunha, que pode ainda demorar um mês para treinar com bola. Sinceramente, eu arriscaria inscrevê-lo, podendo até utiliza-lo em uma possível terceira fase, mesmo que por poucos minutos. Com tantos atletas inscritos, vale a pena investir na qualidade, ainda que por pouco tempo em campo. Acho mais interessante do que manter a vaga para um atleta que só será utilizado em caso de falta de opção.

As contratações de Vinícius Simon, Doni, Radar e Erik, além do retorno do goleiro Luiz Fernando, que deve ficar no banco devido à boa fase de Leonardo, deixarão o XV de Piracicaba mais forte na segunda fase, mas os adversários também serão mais qualificados. Teoricamente, por ter caído no Grupo 8, ao lado de Ituano, Novorizontino e Taubaté, o Alvinegro terá vida mais complicada para garantir a classificação, mas é possível conquistá-la. Começar a fase vencendo o Taubaté em casa, é o primeiro passo para atingir o próximo objetivo.

Marcelo Sá é jornalista no Líder Esportes e na Rádio Jovem Pan News Piracicaba

Voltar